Eriksen espera jogar Copa do Mundo pela Dinamarca, apesar de ter sofrido ataque cardíaco
patrocinado por

Eriksen espera jogar Copa do Mundo pela Dinamarca, apesar de ter sofrido ataque cardíaco

Meia precisou implementar um marca-passo após parada cardíaca

AFP

Jogador está sem atuar desde a Eurocopa

publicidade

O dinamarquês Christian Eriksen, que protagonizou uma das cenas mais impactantes da última Eurocopa ao sofrer uma parada cardíaca no meio de um jogo, espera poder disputar o Mundial no Catar no final do ano, garantiu ele nesta terça-feira em entrevista na televisão de seu país. "Quero jogar futebol. Não há razão para não fazer isso", disse o talentoso meia em depoimento que será transmitido na íntegra nos próximos dias pela rede pública DR.

A Dinamarca já está classificada para o Mundial. "Meu objetivo é jogar a Copa do Mundo do Catar. Posso voltar... depois preciso ser convocado", acrescentou o jogador de 29 anos, que em dezembro encerrou seu contrato com a Inter de Milão em comum acordo. As autoridades italianas não permitem que um atleta profissional jogue com um marca-passo.

"(Os médicos) me dizem que estou bem. Dizem que está tudo bem. Que está tudo estabilizado, por isso tenho a impressão de que tenho sinal verde para voltar a jogar futebol", acrescentou. O ex-jogador do Tottenham sofreu uma parada cardíaca no dia 12 de junho de 2021 em Copenhague, no meio de um jogo da sua seleção contra a Finlândia. A intervenção dos serviços de emergência do estádio, que realizaram uma massagem cardíaca no gramado, permitiu que o jogador fosse reanimado depois de ter desmaiado em campo.

O jogador passou vários dias no hospital e os médicos implantaram um marca-passo. O caso gerou grande comoção na Dinamarca, onde Eriksen é um ídolo, e na própria seleção dinamarquesa, que se recuperou do choque e conseguiu chegar às semifinais do torneio.

Christian Eriksen começou recentemente a treinar nas instalações do Odense, o clube de sua infância, tanto fisicamente quanto com bola, embora fontes do clube tenham dito ao jornal dinamarquês B.T. que o jogador não está treinando com o time profissional.

Veja Também


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895