Federer indica possível retorno às quadras no Aberto da Austrália
patrocinado por

Federer indica possível retorno às quadras no Aberto da Austrália

Suíço está fora de ação desde janeiro deste ano por causa de uma lesão no joelho direito que exigiu duas cirurgias nesta temporada

AE

Suíço pretende voltar a atuar em 2021

publicidade

O supercampeão do tênis Roger Federer poderá retornar às quadras no Aberto da Austrália, primeiro Grand Slam de 2021, a ser disputado de 8 a 21 de fevereiro. O suíço de 39 anos está fora de ação desde janeiro deste ano por causa de uma lesão no joelho direito que exigiu duas cirurgias nesta temporada.

"Ainda não testei totalmente como está o desempenho do meu joelho na quadra, mas espero poder jogar na Austrália", disse Federer, em entrevista à revista suíça Schweizer Illustrierte. O atleta está em Dubai, onde permanecerá em treinamentos até o Natal. Depois, o plano do tenista é seguir para Melbourne.

O Aberto da Austrália foi o último torneio de Federer, que está em quinto no ranking da ATP. Ele perdeu a semifinal para o sérvio Novak Djokovic e depois se submeteu a uma artroscopia no joelho, que o manteve fora das pistas durante todo o ano de 2020. Em seguida, com a paralisação do circuito em razão da pandemia, ele fez nova operação no mesmo joelho.

Na entrevista, Federer comparou seu atual momento com o vivido em 2016, outro ano em que também foi prejudicado por lesão, mas que foi superado. Ele citou a determinação de seu rival Rafael Nadal. "Falei muito com ele durante este intervalo, estamos no Conselho de Jogadores e perguntamos o que é melhor para o esporte ou como podemos obter isso para o futuro".

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895