Figueirense rompe com a empresa Elephant e segue na série B

Figueirense rompe com a empresa Elephant e segue na série B

Decisão judicial anulou todos os atos do parceiro privado desde às 18h30min do último dia 20, entre elas o abandono da Série B

Correio do Povo

Chiquinho de Assis assume o Figueirense, após rompimento com a Elephant, empresa que comandava o futebol do clube catarinense

publicidade

O Figueirense anunciou nesta terça-feira que rompeu o contrato de parceira, de forma unilateral via decisão na Justiça, que tinha com a Elephant, que administrou o futebol alvinegro entre agosto de 2017 e o último dia 20. Desta forma, todos os atos praticados por Claudio Honigman, diretor da Elephant e ex-presidente do Figueirense, a partir das 18h30min do último dia 20, passaram a não valer. Entre eles, estava o pedido de abandono da Série B do Campeonato Brasileiro, feito na última sexta-feira para a Confederação Brasileira de Futebol.

Horas antes, o clube catarinense divulgou nota afirmando que iria desistir de deixar de disputar a competição”. “O clube comunica ainda que nunca cogitou a desfiliação ou o abandono do Campeonato Brasileiro”, revelava a nota.

No informativo, os dirigentes do Figueirense confirmaram a partida contra o Bragantino, no Estádio Orlando Scarpelli, marcada para as 21h30min. O clube catarinense ocupa a última colocação com 23 pontos em 23 jogos. Apesar da situação ruim, o Furacão do Estreito está um ponto atrás do Vitória, 16º colocado e primeiro clube fora da zona de rebaixamento para a Série C.

• Confira nota publicada no site do clube

Em virtude da divulgação de notícias de que o Sr. Cláudio Honigman teria comunicado à CBF que o Figueirense abandonaria a Série B do Campeonato Brasileiro, comunicamos a todos, desde já, que na data de ontem (23/09/2019) foi proferida decisão judicial decretando-se a ineficácia de todos os atos por ele praticados na gestão do clube a partir das 18h30 do dia 20/09/2019, incluindo-se aí referida comunicação de abandono.

Além disso, restou determinado ao Sr. Cláudio Honigman que entregue à Associação Figueirense, imediatamente, todos os documentos e senhas que tenha relacionadas ao clube, sob pena de multa diária. Os ofícios de comunicação da decisão à Federação Catarinense de Futebol e à Confederação Brasileira de Futebol já foram expedidos e estão pendentes de cumprimento por Oficial de Justiça.

Reafirmamos o nosso compromisso com a torcida alvinegra de que o clube seguirá sua retomada, a iniciar pelo jogo de hoje, às 21h30, contra o Bragantino.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895