Flamengo bate Fluminense e fatura o tri do Cariocão
patrocinado por

Flamengo bate Fluminense e fatura o tri do Cariocão

Gabigol e João Gomes anotaram os gols da vitória por 3 a 1 sobre o rival

Correio do Povo e R7

Flamengo venceu o Fluminense na decisão

publicidade

O Flamengo é tricampeão carioca. O Rubro-Negro conquistou o estadual na noite deste sábado, ao derrotar o Fluminense por 3 a 1, no Maracanã. Gabigol, duas vezes, e João Gomes anotaram os gols do Flamengo. Fred descontou para o Fluminense. 

O jogo no Maracanã foi de tempos distintos. Enquanto no primeiro os flamenguistas foram melhor, a etapa final foi tricolor. A vantagem ficou por conta da fase do artilheiro. Gabigol marcou dois gols antes do intervalo. No início do segundo, Fred fez de pênalti e o Fluminense foi para a pressão. Num escape, João Gomes deu números finais ao placar já no fim da partida. 

A conquista ainda manteve um tabu do Flamengo. Desde 1995, o clube da Gávea participou de 11 decisões do Cariocão e venceu todas. O título de 2021 é o 37º troféu do Campeonato Carioca. 

O jogo

Logo aos 9 minutos, os jogadores do Flu pediram a análise do VAR devido a um suposto toque de mão do zagueiro Willian Arão dentro da área quando tentava cortar uma bola alçada da lateral. No entanto, o árbitro Bruno Arleu de Araújo não solicitou o auxílio do recurso do árbitro de vídeo.

Aos 18 minutos, Gabigol levou perigo pelo lado esquerdo, em uma boa escapada e mais um chute cruzado. Desta vez, a bola passou perto do gol da equipe tricolor. As 24, ele disparou pela esquerda e passou para Bruno Henrique, que corria pelo meio. O atacante flamenguista iria entrar na área quando foi parado com falta pelo zagueiro Danilo Barcelos i que foi punido com um cartão amarelo. A falta era muito perigosa, bem na marca da meia-lua da grande área, mas Éverton Ribeiro bateu muito mal.

Pênalti para o Fla

A superioriade do Flamengo em campo era contínua na primeira etapa, mas o time rubro-negro só conseguiu convertê-la em vantagem no placar em uma cobrança de pênalti. Aos 41 minutos, Gabriel deu um belo passe para Arrascaeta, que disparou em direção à área e se chocou com Marcos Felipe.

O árbitro marcou o pênalti e mostrou o cartão amarelho para o goleiro. Na cobrança, aos 44, Gabriel acertou o canto alto esquerdo de Marcos Felipe, que caiu para o lado contrário e fez o primeiro gol do clássico.
Mais um do Gabigol

A vantagem no placar não diminuiu a disposição ofensiva dos flamenguitas. Aos 46, o lateral-esquerdo Filipe Luis desceu pelo meio e passou para Gabriel, novamente pela esquerda. O artilheiro ajeitou e soltou uma bomba que Marcos Felipe não conseguiu segurar: 2 a 0.

Flu reage no segundo tempo

Se todos imaginariam um segundo tempo morno devido à superioridade do Fla no marcador e em campo, foi um engano. Aos 2 minutos, o atacante Caio Paulista – que havia entrado no intervalo – caiu na área em uma disputa de bola com o zagueiro flamenguista Rodrigo Caio. O árbitro foi acionado pela equipe do VAR e, após revisar o lance, marcou pênalti para o Fluminense.

Aos 6 minutos, o veterano Fred cobrou com classe, vencendo o goleiro Gabriel Batista para diminuir o placar e aumentar a esperança da torcida tricolor em uma virada. O gol reaninou o Fluminense, que passou a pressionar mais o Flamengo em busca do empate e, no mínimo, garantir que o título fosse definido nas cobranças de pênaltis. A decisão ganhou contornos ainda mais emocionantes. Porém, a equipe rubro-negra quase chegou ao terceiro gol em um ótimo chute de Filipe Luis. O goleiro Marcos Felipe espalmou em uma grande defesa que impediu o gol.

Sufoco do Tricolor

Aos 22 minutos, Caio Paulista fez uma ótima jogada, tirou o volante Gerson do lance e arriscou de fora da área, mas o chute saiu fraco demais. Dez minutos depois, o meia Cazares cobrou uma falta praticamente da linha de escanteio, pelo lado direito, a zaga do Flamengo falhou e Danilo Barcelos cabeceou, mas o goleiro Gabriel Batista salvou. Quase foi o empate do Flu.

Garoto marca e dá o título ao Fla

Nos minutos finais, os treinadores decidiram arriscar ainda mais em busca do título. No Flamengo, Rogério Ceni tirou o artilheiro Gabigol e Arrascaeta para colocar em campo o ex-tricolor Pedro e o atacante Vitinho. Do lado do Flu, Roger Machado trocou Yago Felipe e Fred por Abel Hernández – autor do gol de empate no jogo anterior – e o argentino Raúl Bobadilla.

O treinador flamenguista foi mais feliz nas mudanças. Aos 41, João Gomes, jogador que havia entrado segundos antes, pegou o rebote do goleiro Marcos Felipe após chute de Pedro para fazer o terceiro gol do jogo — o primeiro do jovem com a camisa do time profissional do Fla – e selar o destino do Estadual. 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895