Fluminense sofre virada do Athletico-PR e segue ameaçado pelo Z4
capa

Fluminense sofre virada do Athletico-PR e segue ameaçado pelo Z4

Furacão saiu atrás, mas conseguiu aplicar 2 a 1 em pleno Maracanã

Por
Estadão Conteúdo

publicidade

O Fluminense perdeu a chance de se distanciar da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, nesta quinta-feira, ao ser derrotado pelo Athletico-PR, por 2 a 1, de virada, no Maracanã, no encerramento da 26ª rodada. Esse foi o primeiro tropeço do time sob comando de Marcão. Ao perder a invencibilidade de cinco partidas e deixar o campo bastante vaiado pelos mais de 15 mil torcedores presentes ao estádio, o Fluminense estacionou nos 29 pontos, com três de vantagem para a zona da degola, e é o 14.º colocado. Já o Athletico-PR chegou aos 38 e subiu para o nono lugar.

Alguns torcedores ainda entravam no Maracanã quando o Fluminense abriu o placar. Logo aos três minutos, Yony González desviou de cabeça, Madson não conseguiu cortar e o zagueiro Frazan completou para as redes. Depois disso foi a vez do VAR entrar em ação. Aos 13, Rony aproveitou cruzamento e completou para o gol, mas o árbitro catarinense Rodrigo D'Alonso Ferreira anulou depois de consulta. Márcio Azevedo estava impedido na origem do lance. Na sequência, o Fluminense assustou em finalização de Nenê.

A torcida do Fluminense também comemorou gol à toa. Aos 24 minutos, Caio Henrique finalizou, Santos rebateu e João Pedro aproveitou o rebote. Mas o árbitro foi avisado pelo VAR que o atacante estava adiantado e voltou atrás. O Athletico-PR desperdiçou uma chance incrível de igualar o placar aos 35. Após saída errada da defesa, Léo Cittadini tentou por cobertura, mas a bola saiu torta e ficou com Marcelo Cirino, que mandou pela linha de fundo.

A partida ficou aberta nos minutos finais e, depois de Caio Henrique assustar em chute de fora da área, Madson invadiu a área e bateu na saída de Muriel, deixando tudo igual para o Athletico-PR. Antes mesmo do primeiro minuto do segundo tempo, Yony González quase colocou os cariocas novamente na frente do placar. O desvio de cabeça saiu ao lado do gol. Logo depois, João Pedro cabeceou e Santos fez grande defesa.

O jogo caiu de produção com os dois times errando muitos passes. A torcida tricolor já começava a perder a paciência com o time e Paulo Henrique Ganso era o principal alvo. E o que era ruim ficou ainda pior aos 24 minutos. Rony cobrou escanteio e Madson subiu livre para colocar o Athletico-PR na frente. O empate quase veio em cabeceio de Wellington Nem. Mas não deu.

Os dois times voltam a campo no domingo, pela 27ª rodada. O Fluminense fará clássico com o Flamengo, às 18 horas, no Maracanã, no Rio de Janeiro, enquanto o Athletico-PR receberá o Palmeiras, às 19h, na Arena da Baixada, em Curitiba.