Godín anuncia que deixará Atlético de Madrid
capa

Godín anuncia que deixará Atlético de Madrid

Jogador se despede após nove temporadas defendendo o clube

Por
AFP

Desde que chegou no time, Godín se tornou referência de liderança entre os jogadores

publicidade

O uruguaio Diego Godín, zagueiro e capitão do Atlético de Madrid, anunciou nesta terça-feira que deixará o clube madrilenho ao fim da temporada, após não ter o contrato renovado. "São meus últimos dias e meus últimos jogos no Atlético de Madrid. Queria comunicar isso a vocês, de minha boca", declarou Godín, muito emocionado, durante evento no estádio Metropolitano. Ao lado de todos os companheiros de equipe e sua família, Godín afirmou que "foram anos maravilhosos, nos quais aproveitei muito, cresci como jogador".

O capitão Colchonero, que tem contrato com o Atlético até junho, deixará o clube após não chegar a um acordo de renovação de contrato. "Tivemos milhares de conversas e não chegamos a um acordo, a partir disso acaba uma etapa, um ciclo, o mais bonito de minha vida esportiva", completou. 

Godín se despede do Atlético de Madrid após nove temporadas defendendo o clube. Antes, o jogador havia defendido por três anos o Villarreal, seu primeiro clube na Europa, onde chegou em 2007.

Desde sua chegada ao Atlético, Godín se tornou uma referência e liderança da equipe. Imprescindível no esquema tático do técnico Diego Simeone, Godín vestiu a camisa do Atlético em 387 jogos e liderou uma zaga que foi considerada a melhor da Espanha nos últimos anos. Forte no jogo aéreo, o uruguaio também balançou as redes 27 vezes, ajudando a construir umas das décadas mais vitoriosas da história do Atlético.

Entre outros, Godín foi o autor do gol do empate em 1 a 1 com o Barcelona em maio de 2014, um resultado que garantiu o título espanhol ao Atlético. Em nova temporadas com o clube Colchonero, Godín ganhou oito títulos: um Campeonato Espanhol (2013-2014), uma Copa do Rei (2013), uma Supercopa da Espanha (2015), duas Ligas Europa (2012, 2018) e três Supercopas da Europa (2011, 2013, 2019).