capa

Governo federal reduz em quase 50% os contemplados pelo Bolsa Atleta para 2019

Cortes foram concentrados em esportistas da base e estudantil, ambos com bolsa de R$ 370

Por
AE

Governo federal reduz em quase 50% os contemplados pelo Bolsa Atleta para 2019

publicidade

Com uma queda de quase 50% no número de beneficiados, o Ministério do Esporte divulgou nesta sexta-feira, penúltimo dia útil da gestão do presidente Michel Temer, o número de contemplados e o orçamento previsto para o programa Bolsa Atleta para 2019.

Pelo edital publicado nesta manhã, 3.058 esportistas serão beneficiados, com investimento de R$ 53,6 milhões. Com esta definição, o Ministério do Esporte reduziu o alcance do programa tanto em número de atletas quanto nos valores envolvidos, que visam a preparação dos atletas brasileiros para os Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020.

Em comparação a 2018, a queda será de 47,55% no número de atletas beneficiados. Neste ano, 5.830 receberam o Bolsa Atleta. No orçamento, o valor anterior era de R$ 79,3 milhões, uma redução de 32,41% numa comparação com as cifras anunciadas nesta sexta. Para efeito de comparação, o programa já alcançou 6.667 esportistas na temporada 2014.

De acordo com o Ministério do Esporte, os cortes na lista de contemplados foram concentrados nos atletas da base. "Neste exercício, foram priorizados os atletas das categorias Olímpica/Paralímpica, Internacional e os atletas mais bem colocados em provas individuais da Nacional, conforme previsto no edital", explicou o ministério, em comunicado.

Os atletas da categoria Olímpica/Paralímpica recebem R$ 3.100 por mês, enquanto os da Internacional ganham R$ 1.850 mensais. Na Nacional, o benefício é de R$ 925. Há ainda a categoria Pódio, para os esportistas que estão entre os 20 primeiros do ranking mundial de suas modalidades, com valor que variam de R$ 5 mil a R$ 15 mil mensais.

As categorias voltadas para a base são a Atleta de Base e Estudantil, ambos com bolsa de R$ 370. Do total de 3.058 atletas anunciados para 2019, 2.097 são de modalidades olímpicas e 961, de paralímpicas. O atletismo e a natação concentrarão o maior número de beneficiados, com 529 e 273 esportistas, respectivamente. Na divisão por gênero, 1.799 são homens e 1.259 são mulheres.