capa

"É para a história do Gauchão", vibra Paulo Victor com campanha e apenas um gol sofrido

Goleiro defendeu três pênaltis e foi herói da decisão

Por
Correio do Povo

Jogador exaltou trabalho na preparação do goleiros gremistas

publicidade

"Campeão invicto e com apena um gol tomado. É para a história do Gauchão", emendou Paulo Victor de primeira, herói do bicampeonato do Grêmio, na noite desta quarta-feira. O goleiro gremista defendeu três penalidades e garantiu a taça no Gre-Nal decisivo, após uma campanha sem perder qualquer jogo.

O goleiro tinha a missão duríssima de substituir o ídolo Marcelo Grohe e brilhou na sua primeira grande exigência como arqueiro tricolor. Cheio de confiança ao destacar os números no estadual, ele também exaltou o trabalho na preparação de goleiros gremista.

"Esses números se devem muito ao Julião (Julio Cesar), ao Felipe, ao Rogério, a todos da preparação", elogiou Paulo Victor. "Eu preciso dividir isso com os companheiros."

Antes, a jornada quase perfeita. Durante a noite desta quarta, defesas salvadoras. No tempo normal, desviou rente à trave um cabeceio do matador Guerrero. Nas cobranças, foi gelado para defender logo no primeiro chute, de Camilo. Depois, superou o pênalti perdido por Everton e foi buscar as batidas de Cuesta e Nico López.

Marcelo Grohe ainda está lá em cima, com o título da Libertadores, mas Paulo Victor reservou firme um cantinho para tentar fazer história no Grêmio.