Alexandre Mendes lamenta gols perdidos pelo Grêmio e defende rápida virada de página

Alexandre Mendes lamenta gols perdidos pelo Grêmio e defende rápida virada de página

Auxiliar de Renato admitiu que jogadores ficaram abatidos após o resultado contra o Del Valle e a eliminação na Libertadores

Correio do Povo

Tricolor desperdiçou oportunidades na primeira etapa e foi dominado no segundo tempo

publicidade

O auxiliar Alexandre Mendes reconheceu a superioridade do Independiente del Valle, nesta quarta-feira, na derrota por 2 a 1, que marcou a eliminação do Grêmio na Libertadores. Na avaliação do técnico, o Tricolor fez um bom primeiro tempo, perdeu inúmeras oportunidades e, ao sofrer o empate no final, se desestabilizou psicologicamente.

"Tivemos um primeiro tempo muito bom, com chances claras de gol, que se tivéssemos feitos, a conversa aqui seria outra. Perder sempre é ruim, independente da situação. Nossa estratégia montada surpreendeu o Del Valle na primeira etapa, confiamos na nossa zaga e tivemos chances claras de gol. O gol aos 47 do segundo tempo abalou a equipe psicologicamente a equipe. A partir da expulsão existiu uma perda de concentração, nos desorganizamos, demos oportunidade e espaços", avaliou.

A superioridade no segundo tempo dos equatorianos, depois da vantagem numérica, fez com que o goleiro Brenno se destacasse e evitasse resultado ainda pior. Mendes garante que a comissão sabe que tem coisas erradas e trabalhará para corrigr. "Mudanças sempre têm que ter. De acordo com o adversário, mudamos taticamente. Ninguém tem lugar cativo numa equipe de futebol. Vai jogar quem está melhor. As mudanças ocorrem de uma maneira natural. Seja ela técnica ou tática".

Com a eliminação, o Tricolor volta para a Copa Sul-Americana, que não disputa desde 2012. O auxiliar admite que os jogadores sentiram a derrota no vestiário, mas pede uma rápida virada de página. "A gente espera que os jogadores sintam, mas virem a página o mais rápido possível. Temos competições importantes pela frente. Foco no Gauchão e na Sul-Americana. Hoje, possivelmente, os jogadores estão combalidos, sentindo. A partir de amanhã, precisamos virar a página".

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895