Apresentado no São Paulo, Alisson diz que "é um privilégio trabalhar com Rogério Ceni"
patrocinado por

Apresentado no São Paulo, Alisson diz que "é um privilégio trabalhar com Rogério Ceni"

Ex-Grêmio, meia-atacante foi anunciado no dia 24 pelo tricolor paulista

Correio do Povo

Jogador será integrado ao elenco do São Paulo em janeiro

publicidade

Em entrevista exclusiva ao site oficial do São Paulo, o meia-atacante Alisson, ex-Grêmio, afirmou ser um “privilégio” trabalhar no clube com Rogério Ceni. Anunciado ainda antes do natal pelos paulistas, o jogador deixou o Tricolor após uma temporada contestada na campanha que levou ao rebaixamento .

“Estou feliz, porque é um privilégio trabalhar no São Paulo com o Rogério Ceni. É uma felicidade enorme”, disse Alisson.

Inicialmente, o Santos começou tratativas pelo atleta, mas altos valores esfriaram o negócio.  Após resolverem pendências salariais, que complicavam o fim do contrato, Grêmio e Alisson chegaram a um acordo para liberar o jogador para o São Paulo. Os valores, conforme o colunista do Correio do Povo Hiltor Mombach, foram parcelados em 24 vezes, cerca de R$ 150 mil mensais.

Veja Também

“É um sentimento de alegria ter este privilégio de vestir a camisa do São Paulo, que é um clube gigantesco. Estou empolgado e espero criar uma história linda no clube. As minhas expectativas são as melhores possíveis, e que a gente possa ser feliz em 2022 com o nosso torcedor”, disse o atlete, que disse guardar uma camiseta de Ceni, que recebeu em uma partida ainda quando atuava pelo Cruzeiro.

Alisson atuou em 29 partidas pelo Grêmio em 2021, anotando três gols e uma assistência. Desde 2018, foram 10 gols com a camisa tricolor. O jogador será integrado ao elenco do São Paulo em janeiro.


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895