Desentrosado, Grêmio "alternativo" perde para o RB Bragantino por 1 a 0

Desentrosado, Grêmio "alternativo" perde para o RB Bragantino por 1 a 0

Focado na final da Copa do Brasil, Tricolor fecha o Brasileirão na sexta colocação e classificado para a pré-Libertadores

Correio do Povo

Jogo foi fraco em Bragança Paulista

publicidade

Num jogo morno e recheado de reservas, o Grêmio perdeu para o RB Bragantino por 1 a 0 no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, nesta quinta-feira. Com o resultado, o Tricolor encerrou o Brasileirão 2020 na sexta colocação e classificado para a fase prévia da Libertadores. 

Focado na decisão da Copa do Brasil, o time comandado pelo auxiliar Alexandre Mendes não conseguiu controlar a partida em nenhum momento. No entanto, os donos da casa também encontraram dificuldade para criar chances de perigo e garantiram a vitória no talento de Claudinho. O meia marcou em finalização de fora da área, aos sete da segunda etapa, após tabela com Ytalo. Depois, pouca coisa ocorreu no confronto. 

Agora, o Grêmio, do técnico Renato Portaluppi, foca no jogo com o Palmeiras, às 16h, do próximo domingo, pela ida da decisão da Copa do Brasil. 

Primeiro tempo morno do Tricolor

Jogando com uma equipe alternativa, o jogo foi de poucas emoções durante toda a etapa inicial. Com mais posse de bola, o RB Bragantino controlou as ações, mas não conseguiu inflitrar na defesa gremista. Na primeira chegada efetiva, Aderlan cruzou na área e Ytalo cabeceou fraco para as mãos de Júlio César, aos 18 minutos.

Na sequência, Raul tentou uma finalização de fora da área e mandou sobre o gol. O Tricolor passou boa parte do jogo sem conseguir se encontrar e nem puxar os contragolpes. Aos 28, Ferreira fez jogada individual e mandou na rede pelo lado de fora. Aos 38, foi a vez de Darlan tentar  o chute de longe, e a bola passou perto do gol de Cleiton. 

Sumido, Claudinho, craque do RB Bragantino apareceu para finalizar no travessão em chute de fora da área. Seria um golaço. O RB ensaiou uma pressão, com chute de Artur e boa defesa de Júlio César. Tendo esquentado mais para o final, o primeiro tempo foi morno no Nabi Abi Chedid. 

Claudinho "resolve" em brilho individual

Na volta do intervalo, o Grêmio foi quem levou perigo no primeiro lance. Pinares lançou Churín na linha de fundo e o centroavante tentou o passe para o meio da área. No entanto, ninguém tocou nela. 

E foi no talento de Claudinho que o RB Bragantino abriu vantagem. Após tabela, Ytalo ajeito e o craque do time finalizou rasteiro, sem chances para Júlio César, aos. Depois de abrir o placar,  a equipe da casa tentou ampliar, mas sem conseguir pressionar.  O auxiliar Alexandre Mendes apostou em Guilherme Azevedo e Isaque para alterar o panorama da partida. 

As alterações fizeram com que o Tricolor tivesse mais o controle da bola. Mesmo que sem perigo, o meio de campo trabalhava a bola com mais frequência. Aos 30, Gui Azevedo partiu para cima da marcação, rolou para Churín, mas a finalização foi em cima da marcação. 

A levada do jogo seguiu até o final, com as duas equipes com pouca criatividade. O resultado deixa o Tricolor na sexta colocação e na Pré-Libertadores. Agora, tudo é decisão da Copa do Brasil. 

Brasileirão - Rodada final

RB Bragantino 1 

Cleiton; Aderlan, Ligger, Fabricio Bruno e Edimar; Raul, Lucas Evangelista (Ryller) e Claudinho; Artur (Leandrinho), Vitinho (Cuello) e Ytalo (Ytalo). Técnico: Maurício Barbieri. 

Grêmio 0

Júlio Cesar; Vanderson, Rodrigues, Ruan e Cortez; Darlan (Isaque), Thaciano, Ferreira, Pinares e Everton (Guilherme Azevedo); Diego Churín. Técnico: Alexandre Mendes. 

Gols: Claudinho (7min/2T°)
Cartões Amarelos: Edimar, Lucas Evangelista e Fabiano Bruno (RB Bragantino)
Árbitro: Ramon Abatti Abel (SC)
Local: Bragança Paulista.
Horário: 21h30min

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895