Douglas Costa cita "realização de um sonho", mas admite falta de ritmo em reestreia pelo Grêmio

Douglas Costa cita "realização de um sonho", mas admite falta de ritmo em reestreia pelo Grêmio

Depois de 11 anos, atacante voltou a vestir a camisa do Tricolor em derrota por 1 a 0 para o Sport

Correio do Povo

Jogador sentiu ritmo em campo pesado, sob chuva

publicidade

Não foi a reestreia ideal. Em sua volta ao Grêmio depois de 11 anos, Douglas Costa citou a "realização de um sonho", mas admitiu a falta de ritmo na derrota de 1 a 0 para o Sport, na Ilha do Retiro, na noite desta quinta-feira, pelo Brasileirão.

O jogador disse não saber exatamente quando estará em condições plenas, e citou a necessidade de "pisar no campo" e atuar para conseguir ganhar o condicionamento necessário. "É a realização de um sonho. Fiquei meses fora, mas vou ganhar ritmo com o tempo", destacou ele, que esteve em campo pela última vez há mais de quatro meses, no Mundial de Clubes, com o Bayern de Munique, quando atuou por cerca de 15 minutos. 

Sobre o jogo, Douglas Costa citou a melhora no segundo tempo, mas viu o time abaixo na etapa inicial. "A equipe esteve irreconhecível. Temos que trabalhar para manter a posse da bola e fazer o adversário correr", frisou. 

O Grêmio voltaria a campo neste domingo, para enfrentar o Cuiabá, pelo Brasileirão. No entanto, o confronto, marcado para o Dutrinha, foi adiado por conta das condições do gramado. A CBF ainda irá encontrar uma data para remarcar a partida.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895