Duda admite que busca por zagueiro tem relação com chance de saída de Kannemann

Duda admite que busca por zagueiro tem relação com chance de saída de Kannemann

Grêmio espera receber propostas pelo argentino na próxima janela de transferências

Por
Cristiano Munari

Kannemann pode deixar o Grêmio no meio do ano


publicidade

O vice de futebol do Grêmio, Duda Kroeff, admitiu em entrevista após a derrota para o Santos pelo Brasileirão que o esforço da direção para contratar um zagueiro de alto nível tem relação com a possibilidade de saída de Walter Kannemann durante a janela de transferências do meio do ano. Na última sexta-feira, o técnico Renato Portaluppi admitiu que o clube negocia com Gil, atualmente no chinês Shandong Luneng, que tem passagem pela Seleção Brasileira.

“A procura do zagueiro tem bastante a ver com isso (possibilidade de saída do Kannemann). Não chegou nada pelo Kannemann, mas a gente sabe que ele deve jogar a Copa América. Pode fazer uma super Copa América e chamar atenção. Não tem proposta, mas a gente sabe que existe a possibilidade. A janela do meio do ano é a que os europeus, os clubes ricos, mais contratam”, citou Duda, que evitou estipular prazo para o anúncio de um novo zagueiro.

“Nós temos alguns critérios para a contratação. O principal é o jogador, qual resposta técnica que ele ele pode nos dar. Tem também a parte financeira. Às vezes o melhor negócio nem é o mais barato, mas a forma de pagar. Não gostaria de falar em percentual. Não tem nada adiantado, mas a gente faz os negócios com calma para não errar”, afirmou.

Duda Kroeff também admitiu a chance de saída de Everton. Diferente de Kannemann, no entanto, o dirigente acredita que o Grêmio tem reposição dentro do elenco. “Não tem nada de concreto pelo Everton, mas sabemos que é um jogador que os europeus gostam. Penso que no caso do Everton nós já temos opções dentro do elenco”, avaliou.