Família agredida no Gre-Nal faz visita a treino do Grêmio
capa

Família agredida no Gre-Nal faz visita a treino do Grêmio

Menino Bernardo ganhou camisa autografada pelo técnico Renato Portaluppi

Por
Correio do Povo

Família visitou o CT Luiz Carvalho

publicidade

Depois de serem vítima de agressão ao final do clássico Gre-Nal do último sábado, mãe e filho gremistas foram recebidos pelos atletas e comissão técnica do clube no CT Luiz Carvalho na tarde desta terça-feira. Ao lado dos pais e do irmão, o garoto Bernardo entrou no gramado do centro de treinamento, onde tirou fotos com jogadores e com o treinador Renato Portaluppi. O ídolo Tricolor entregou ao menino uma camisa autografada.

A família acompanhou a parte aberta do treinamento, e o clube compartilhou momentos do encontro em suas redes sociais. “Agora ele tem um time de camisas, porque todo mundo quis dar uma camisa para ele. Ficou bastante emocionado, até um pouco tímido. Nós ficamos muito chateados quando aconteceu. Acho que fica essa mensagem de que independente de clássico, de torcida, é uma criança. Vivemos tempos de muito ódio e pouca empatia”, afirmou o atacante André, que concedeu entrevista coletiva logo depois.

Na segunda-feira, as autoridades começaram a ouvir os envolvidos no incidente. Quatro pessoas, incluindo a agressora e a torcedora do Grêmio, prestaram depoimentos. Também ontem, o Inter anunciou que determinou a suspensão temporária da sócia envolvida na agressão. Em nota, o clube informou que, além dela, outros dois envolvidos foram denunciados à Ouvidoria para abertura de processo disciplinar, que será analisado e processado pela Comissão de Ética e Disciplina do Conselho Deliberativo.