Felipão garante que Douglas Costa desfalca o Grêmio diante do Flamengo pelo Brasileirão

Felipão garante que Douglas Costa desfalca o Grêmio diante do Flamengo pelo Brasileirão

Treinador afirmou que Campaz ainda precisa contribuir mais na marcação para ser titular

Correio do Povo

Douglas Costa segue fora do time do Grêmio

publicidade

O técnico Luiz Felipe Scolari garantiu que Douglas Costa segue fora do time do Grêmio. O jogador vem sendo ausência e não esteve, mais uma vez, à disposição do treinador na derrota por 2 a 0 para o Flamengo, que confirmou a eliminação nas quartas de final da Copa do Brasil. 

O treinador explicou algumas opções feitas em partida que colocou uma espécie de time misto. Everton Cardoso, por exemplo, foi elogiado. Ele entrou nos minutos finais. Geromel segue fora, assim como o atacante. "Não tem condições de jogo", resumiu, sobre Douglas Costa.

Felipão também explicou a ausência de Campaz. Jonatha Robert e Leo Pereira atuaram abertos pelas pontas e, mais uma vez, ficaram abaixo do esperado. Mas o treinador acredita que o recém-chegado precisa se adaptar ao futebol brasileiro. "Precisa introduzir algumas coisas na marcação. Vamos mostar como aplicar, e utilizaremos o jogador de acordo com aquilo que pretendemos, nos jogos que temos pela frente", frisou.

O treinador evitou entrar em polêmicas a respeito do possível adiamento da rodada do Campeonato Brasileiro. Os clubes esperam a cassação da liminar para público para o jogo do Flamengo no Maracanã e, caso isso não aconteça, ameaçam não entrar em campo. "Não vou emitir a minha opinião. A direção não falou nada a respeito. A única coisa que sei é que tenho que trabalhar e preparar meus jogadores para que estejam prontos para o jogo de domingo", destacou.

Com a eliminação, o Grêmio concentra todas as suas atenções para fugir do rebaixamento. Caso a rodada do fim de semana seja realizada, o Tricolor enfrenta novamente a equipe carioca, no Maracanã, no domingo, às 20h30min, em jogo válido pela 21ª rodada do Brasileirão.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895