Felipão segue no Grêmio e projeta "continuar trabalhando" para reverter crise

Felipão segue no Grêmio e projeta "continuar trabalhando" para reverter crise

Técnico salientou que grupo precisa melhorar parte anímica e colocar em prática o que sabe

Correio do Povo

Treinador gremista lembrou de chances recentes para sair do Z4

publicidade

O técnico Felipe Scolari confirmou que seguirá no comando do Grêmio, após a derrota para o Santos, neste domingo. "Temos que continuar trabalhando, com toda a dedicação. Usar o que sabemos e colocamos em prática e nos treinamentos", projetou o comandante gremista.

Veja Também

"Vamos ver se conseguimos fazer essas mudanças para voltar a um patamar normal e dar o passo que tivemos três ou quatro vezes para dar e não conseguimos", avaliou o treinador. A equipe esteve nas últimas duas rodadas a uma vitória de sair do Z4 e acabou deixando os pontos escaparem. Agora, está cinco pontos atrás do primeiro fora da zona da degola.

O treinador elogiou a dedicação dos atletas, mas diagnosticou problemas de desatenção e atitude. "Dentro de campo, temos feito o melhor possível. Por uma razão, um descuido, parece que nós não conseguimos, animicamente, mudar essa situação. Vejo isso cada dia mais difícil, sim, mas se nós não continuarmos trabalhando, e se não formos homens para buscar o que estamos pretendo, ai sim vamos entregar tudo de mão beijada", afirmou o treinador.

Logo após a derrota contra o Peixe, Felipão foi inundado de críticas de torcedores nas redes sociais pedindo sua saída. Sobre o fato, o técnico tricolor se limitou a dizer que não "contesta a opinião de niguém", e que cada uma pode se "expressar" da maneira que achar melhor.

Felipão tem apenas três dias até a próxima partida, na quarta-feira. O Tricolor encara o Fortaleza, no Castelão, às 20h30min. Já o Santos pega o líder Atlético-MG, no Mineirão, no mesmo dia, às 19h.

 

 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895