Grêmio anuncia a venda de Pepê para o Porto por 15 milhões de euros

Grêmio anuncia a venda de Pepê para o Porto por 15 milhões de euros

Tricolor ficará com 12,5% de mais-valia em uma futura negociação do atacante

Correio do Povo

Pepê seguirá no Grêmio até o dia 1º de junho, dia que abre a janela de transferências para a Europa

publicidade

O Grêmio anunciou na tarde desta quinta-feira que chegou a um acordo com o Porto, de Portugal, para a venda do atacante Pepê, de 23 anos. O Tricolor acertou a venda por 15 milhões de euros, mas ficará com 12,5% de mais-valia em uma futura venda do atleta. Além disso, o clube português ficará responsável pelo pagamento integral do valor decorrente do mecanismo de solidariedade.

O jogador permanece no Grêmio até o final do mês de junho, apresentando-se ao Porto no início do próximo período de transferências internacionais, em 1º de julho. No último dia 7, a imprensa europeia revelou que Pepê havia assinado um contrato de cinco temporadas com os portugueses e aguardava os detalhes finais da negociação entre os clubes para ter confirmado o acerto, o que ocorreu hoje.

Histórico de Pepê

Eduardo Gabriel Aquino Cossa, o Pepê, foi contratado pelo Grêmio em 2016 para atuar pelas categorias de base junto ao Foz do Iguaçu, do Paraná. Pela qualidade do seu futebol, no ano seguinte passou a treinar no grupo profissional com o técnico Renato Portaluppi.

No dia 28 de maio de 2017, o atacante fez a estreia com a camisa do Tricolor na derrota por 4 a 3 para o Sport, na Ilha do Retiro, em jogo válido pela terceira rodada do Brasileirão. O primeiro gol ocorreu na derrota para o Atlético-MG, por 4 a 3, no Mineirão. Com um passe de Jean Pyerre, aos 44, ele deu um belo passe para Pepê, que driblou Victor e marcou o primeiro da sua passagem pelo Grêmio.

Com a camisa tricolor, Pepê fez 136 jogos e marcou 31 gols, segundo números da assessoria de imprensa do Grêmio. Na temporada 2020, até agora, esteve em campo em 54 jogos e marcou 15 gols.

 

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895