Grêmio avalia situação do meia-atacante Soteldo, do Santos

Grêmio avalia situação do meia-atacante Soteldo, do Santos

Jogador foi um dos destaques do Peixe na temporada passada, mas valores e imbróglio envolvendo seu antigo clube, Huachipato, podem dificultar eventual contato

Correio do Povo

Jogador venezuelano tem 23 anos

publicidade

Após a contratação de dois veteranos, o volante Thiago Santos e o lateral Rafinha, o Grêmio continua de olho no mercado em busca de reforços. E o Tricolor sonda jogadores mais jovens, como o meia-atacante Yeferson Soteldo, de 23 anos, atualmente no Santos. Contudo, os valores pedidos pelo vice-campeão da Libertadores podem dificultar qualquer negociação – o venezuelano doi contratado no início de 2019 por 3,5 milhões de dólares (cerca de R$ 13 milhões na época, hoje aproximadamente R$ 17,1 milhões).

Além de lucro, o Santos quer cobrir os custos da compra, pois não pagou aos chilenos do Huachipato, pelo negócio, tendo, portanto dívidas. Por isso, o clube chegou a ser punido com impossibilidade de contratar. Soteldo tem contrato com o time brasileiro até 2023. Todos esses fatores tornariam o preço maiores dos que os pedidos pelo colombiano Rafael Borré, de 25 anos, cuja contratação teve bom andamento, mas não se concretizou por desistência do Grêmio.

"O Grêmio tentou de tudo. Eu mesmo falei com o jogador, uns 15 dias atrás, lá do Rio. Estava quase tudo certo, ele deu a palavra dele. Empresário deu a palavra. Agora, não podemos botar arma na cabeça de ninguém. O Grêmio fez de tudo e ele deu para trás, ele não quis", disse o técnico Renato Portaluppi após a vitória no Gre-Nal na noite de sábado.

 

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895