Grêmio comunica rescisão "consensual" com Thiago Neves

Grêmio comunica rescisão "consensual" com Thiago Neves

Aposta do técnico Renato Portaluppi, jogador encerra passagem no Tricolor com um gol em 14 jogos

Por
Correio do Povo

Jogador disputou 14 jogos pelo Tricolor


publicidade

O Grêmio informou, na noite desta segunda-feira, que chegou a um acordo consensual com o meio-campista Thiago Neves e o contrato dele com o clube está rescindido. No comunicado, o Tricolor deseja sucesso ao atleta no futuro de sua carreira. 

Aposta de Renato Portaluppi, Thiago Neves entrou em campo em 14 oportunidades e marcou um gol. Ele iniciou como titular em três partidas do Gauchão e uma do Brasileiro, contra o Sport, no começo de setembro. Dos 1.260 minutos possíveis, sem contar os acréscimos, o meia atuou 478, segundo dados do site O Gol.

A rescisão, agora oficial, ocorre após um embate de versões entre Grêmio e Thiago Neves. Depois da derrota para o Sport, no dia 4 de setembro, o editor de Esportes do Correio do Povo, Hiltor Mombach, publicou um post  revelando que o alto salário, cerca de R$ 400 mil/mês, e o baixo rendimento traziam desconforto para a direção gremista. Mombach também afirmou que a renovação automática, caso completasse mais seis jogos, também gerava incômodo entre os dirigentes. Com a atuação ruim do meio-campista na partida contra a equipe do Recife, a decisão foi tomada pelo presidente Romildo Bolzan na sexta-feira. 

Na ocasião, Thiago Neves divulgou uma nota em suas redes sociais afirmando que não havia sido comunicado da rescisão e chamando uma eventual decisão dessas de “extremamente amadora”. "Em momento algum recebi qualquer informação ou comunicado oficial do clube neste sentido. Portanto, me considero atleta do Grêmio com quem quero e pretendo manter e cumprir integralmente o contrato. Estou muito chateado com a notícia, até porque não acredito que a Diretoria do Grêmio agiria com tamanho desrespeito a quaisquer dos seus atletas e demais colaboradores", dizia em trecho da nota.