Grêmio convive com pressão para mudanças na equipe

Grêmio convive com pressão para mudanças na equipe

Desempenho ruim na largada do Brasileirão gerou dúvidas no trabalho de Tiago Nunes

Chico Izidro

Grêmio convive com pressão para mudanças na equipe

publicidade

Sem ter jogado no final de semana pelo Brasileirão, depois que sua partida com o Cuiabá foi adiada, o Grêmio retomou nessa segunda-feira as atividades, começando os preparativos para encarar o Santos, quinta-feira, na Arena. Tiago Nunes vem sendo questionado por não utilizar os garotos da base (um dos motivos pelos quais o ex-treinador Renato Portaluppi era cobrado pela diretoria e torcida) e não estar conseguindo fazer o meio-campo funcionar a contento. O Tricolor perdeu os seus três jogos disputados até agora no Brasileirão.

Veja Também

“Precisamos melhorar, porém temos jogadores muito qualificados. Passamos por um momento de dificuldade, mas temos de baixar a cabeça e trabalhar para retomar o rumo das vitórias. Passamos por situações que atrapalham, jogadores lesionados, voltando da Seleção com pouco ritmo. A médio prazo vamos estabilizar novamente e voltar a competir”, disse o técnico, logo após o jogo contra o Sport.

Nos trabalhos de ontem, Nunes orientou um treino tático, onde fez as correções de posicionamento e ajustes por setores, com mais ênfase no meio de campo. A certeza é de que a espinha dorsal, formada por Thiago Santos e Matheus Henrique está garantida – a dupla jogou a maioria das partidas comandadas por Nunes, à exceção de quando Matheuzinho esteve a
serviço da Seleção Olímpica.

Existe a possibilidade de que Jean Pyerre possa retomar a titularidade, mas Victor Bobsin corre por fora. Uma possível escalação gremista pode contar com Paulo Victor; Rafinha, Geromel, Kannemann e Cortez; Thiago Santos, Matheus Henrique e Jean Pyerre (Bobsin ou Luiz Fernando); Jhonata Robert (Luiz Fernando), Ferreira e Diego Souza. Douglas Costa, ainda sem a forma física ideal, deve aparecer só na etapa final.

Retornos 

Ainda ontem, o lateral Guilherme Guedes, o volante Fernando Henrique, o meia Pedro Lucas e o zagueiro Emanuel retornaram aos treinos da equipe profissional, depois de atuarem pelo time de transição na quinta-feira, diante do Coritiba, em vitória por 3 a 1, pelo Brasileiro Sub-23. Também ontem, quem apareceu nos trabalhos foram o meia-atacante Alisson e o zagueiro Ruan. O primeiro estava sendo integrado aos treinos desde a semana passada e participou de trabalho com bola no sábado. Alisson não joga desde o dia 23 de abril, em razão de uma lesão no tornozelo direito.

Ruan, por sua vez, estava fora devido a uma amigdalite. Hoje, a CBF realiza o sorteio das oitavas de final da Copa do Brasil, às 16h. O regulamento mudou este ano. As 16 equipes estarão no mesmo pote e formarão os duelos conforme forem sorteadas. O mesmo acontecerá nas quartas de final, quando se define o chaveamento até as finais da competição, marcadas para 20 e 27 de outubro.

A CBF prevê que os jogos de ida e volta das oitavas de final da Copa do Brasil sejam realizados entre o final de julho e o começo de agosto: ida (28, 29 e 30 de julho) e volta (4, 5 e 6 de agosto). Além dos confrontos, a entidade também determinará os mandos de jogos. Junto do Grêmio, ainda participam do torneio Santos, São Paulo, Vasco, ABC, CRB, Bahia, Juazeirense, Athletico-PR, Criciúma, AtléticoGO, Atlético-MG, Vitória, Fortaleza, Fluminense e Flamengo.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895