Grêmio encara o Aimoré querendo levar semifinal do Gauchão para a Arena
capa

Grêmio encara o Aimoré querendo levar semifinal do Gauchão para a Arena

Tricolor viaja até São Leopoldo em busca do primeiro lugar no Grupo B da competição estadual

Por
Rafael Peruzzo

Depois da estreia na vitória por 5 a 0 contra o Esportivo, Diego Souza é opção para o ataque tricolor


publicidade

Classificado para a semifinal do primeiro turno do Gauchão, o Grêmio entra em campo neste domingo para encarar o Aimoré, às 16h, no estádio Cristo Rei. E mesmo que tenha a vaga garantida, o Tricolor ainda busca a primeira colocação do Grupo B. Para isso, necessita de uma vitória em São Leopoldo, combinada com um tropeço do Caxias, que efrenta o Esportivo, em Bento Gonçalves. O empate pode até servir, desde que o Caxias perca seu jogo na Serra.Terminar na liderança significa trazer a semifinal do turno – jogo único – para a Arena no próximo final de semana.

Renato Portaluppi não tem dado folga aos titulares. No quinto jogo consecutivo na temporada vai escalar força máxima. Se nas três rodadas iniciais a equipe esteve um pouco abaixo do esperado, na goleada sobre o Esportivo o rendimento cresceu significativamente. “Nesse último jogo nós entramos com mais atitude, nos cobramos isso. Até pelos resultados que vínhamos tendo. Essa partida foi totalmente diferente, colocamos em prática o futebol que jogadores e a torcida estão acostumados”, analisou o meia-atacante Alisson.

Opções não faltam para Renato escalar o time. Se principal dúvida era no meio-campo, o fato de Thaciano ter deixado o treino deste sábado mancando abre caminho para o aproveitamento de Thiago Neves desde o início. Diego Souza e Luciano brigam pela vaga no ataque, com maiores chances para o segundo seguir entre os titulares, pelo menos neste momento. “Time grande é assim, sempre tem alguém brigando para jogar, mas é uma disputa sadia. Aqui todo mundo se respeita”, afirma Alisson. 


Ele tem feito uma boa dupla com o lateral Victor Ferraz pelo lado direito do campo. O entrosamento vem crescendo a cada jogo. “O Victor é muito experiente, tem pouco tempo de clube e já está se sentindo em casa. Fica fácil jogar quando tem alguém que te orienta, ele vem me ajudando muito”, finaliza Alisson. O zagueiro Kannemann ainda se recupera de uma pancada em um dos dedos do pé esquerdo e segue sendo desfalque.