Grêmio fica perto da sua melhor sequência no Brasileirão
capa

Grêmio fica perto da sua melhor sequência no Brasileirão

Se vencer os dois próximos jogos, Tricolor alcançará cinco vitórias consecutivas no campeonato

Por
Rafael Peruzzo

Geromel marcou um dos gols da vitória do Grêmio no Gre-Nal

publicidade

Três vitórias consecutivas, superioridade no clássico Gre-Nal e afirmação no grupo das equipes que vão à Libertadores da América do próximo ano. O cenário mudou e muito para o Grêmio após a vexatória derrota para o Flamengo. A recuperação através do Campeonato Brasileiro veio de forma rápida. E agora o Tricolor pode engatar sua melhor série na competição para chegar, finalmente, ao G-4. 

Entre as rodadas 18 e 21, o time de Renato Portaluppi enfileirou quatro vitórias consecutivas, coincidentemente após a eliminação para o Athletico Paranaense na Copa do Brasil. O Grêmio venceu Cruzeiro, Goiás, Santos e Avaí na sequência. O atual momento ainda não é superior. Mas os dois próximos compromissos da equipe, teoricamente, não são complicados. Na quinta-feira, o Tricolor recebe o CSA na Arena. E no domingo, o time vai a Chapecó enfrentar a Chapecoense. Dois adversários que figuram na zona de rebaixamento do Brasileirão.

Se conseguir seis pontos, deverá ingressar no G-4 e alcançará cinco vitórias seguidas, algo inédito no Campeonato Brasileiro. “Saímos dos mata-matas e estamos beliscando o G-4. Daqui a pouco nós vamos alcançá-lo”, garante Renato Portaluppi. O time para quinta-feira deverá ter apenas uma mudança em relação àquele que começou o Gre-Nal. Leo Moura pode iniciar no lugar de Galhardo na lateral direita. Maicon, que deixou o clássico sentindo dores e foi substituído por Rômulo, é dúvida para pegar o CSA. O volante será reavaliado hoje, quando o grupo se reapresenta no CT Luiz Carvalho após ganhar uma folga na segunda-feira. 

“Faltam oito jogos e o nosso objetivo é estar entre os quatro primeiros”, acrescenta o treinador. No momento, o principal adversário pela quarta vaga é o São Paulo. O Grêmio almeja o G-4 não só pela classificação à fase de grupos da Libertadores do próximo ano, mas também pela premiação mais polpuda. O Brasileirão paga de forma escalonada. Ou seja, se chegar em quarto, o Grêmio fatura R$ 28 milhões. O quinto colocado receberá R$ 26,4 milhões. 

Os valores são importantes para traçar o planejamento da próxima temporada. Estar na Libertadores em 2020 significa injetar 3 milhões de dólares (cerca de R$ 12 milhões) nos cofres do clube só pela participação na fase de grupos. Além de CSA e Chapecoense, o Grêmio ainda enfrentará Flamengo (Arena), Palmeiras (fora), Athletico (fora), São Paulo (Arena), Cruzeiro (Arena) e Goiás (fora).