Grêmio impõe jogo, goleia o São Luiz e está na final do Gauchão
capa

Grêmio impõe jogo, goleia o São Luiz e está na final do Gauchão

Tricolor venceu a equipe de Ijuí por 3 a 0 e agora enfrenta o Inter em dois clássicos

Por
Eric Raupp

Tricolor não passou sufoco diante do São Luiz

publicidade

O Grêmio impôs seu jogo diante do São Luiz de Ijuí e garantiu vaga na final do Gauchão. O Tricolor goleou o time do interior por 3 a 0 na Arena neste domingo. Os gols foram marcados por Alisson, André e Everton. Agora, os comandados de Renato Portaluppi encaram o Inter em dois Gre-Nais para decidir quem fica com a taça. O primeiro clássico é no próximo domingo, no Beira-Rio, às 16h. O jogo de volta será na quarta-feira, dia 17, na Arena, às 21h30min.

O Tricolor entrou em campo com uma equipe renovada após a derrota na Libertadores durante a semana. Não somente na escalação, que contou com Juninho Capixaba, Matheus Henrique, Jean Pyerre e Alisson nos lugares de Cortez, Michel, Luan e Montoya, mas também de espírito. 

Grêmio impõe jogo

As mudanças realizadas pelo técnico Renato Portaluppi resultaram em maior posse de bola, ainda que sem muita criatividade nos primeiros minutos por conta da defesa bem armada. Aos poucos os donos da casa foram comandando a partida e buscando encontrar espaços. Aos 8 minutos, Everton tentou passar por três marcadores, mas acabou interceptado. Um minuto depois, Jean Pyerre buscou Juninho Capixaba na infiltração, mas o zagueiro tirou a bola. Na sequência Jean Pyerre colocou a zaga para dançar, e bateu forte de perna direta, de fora da área, à meia altura. O goleiro Carlão espalmou para a lateral.

Em uma tarde inspirada e querendo mostrar serviço, o camisa 21 colocou velocidade no contra-ataque e fez bonita inversão para Juninho, na esquerda. O jogador recuou para Matheus Henrique, que passou para Alisson. Na devolução, Matheus bateu de fora da área. Carlão fez a defesa em dois tempos. Na insistência, aos 17 minutos, Everton - que atuou fazendo a pressão no centroavante adversário no campo de ataque do Tricolor - recebeu livre pelo meio, bateu de fora da área, a bola desviou no zagueiro e saiu pela linha de fundo. No escanteio, nenhum perigo. O São Luiz teve sua primeira chance somente aos 20  minutos, após desatenção da zaga gremista. O time de Ijuí teve bom lance pela direita com Tauã, que procurou Thiago Alagoano dentro da área. No tempo certo, Leo Moura afastou.

Gol na velocidade

O Grêmio abriu o marcador aos 25 minutos, após uma jogada de velocidade iniciada em um contra-ataque de Jean Pyerre. O atleta arrancou do campo de defesa e, na zona de ataque, próximo ao cúrculo central, foi derrubado por Pablo, que levou cartão amarelo. Geromel chegou rápido do fundo e cobrou curto para Everton, que encontrou Matheus Henrique em passe rasteiro. Ele cruzou para dentro da área, André escorou de cabeça para Alisson. O meia só teve o trabalho de colocar para dentro e balançar a rede. Thiago Alagoano foi reclamar da cobrança do zagueiro gremista e também foi amarelado.

O time de Ijuí ficou nervoso após o gol. Márcio Goiano levou cartão após dar uma cotovelada em Alisson numa disputa aérea. O Grêmio seguia com maior posse de bola e o segundo gol quase saiu aos 33, numa cobrança de falta de Jean Pyerre pela intermediária esquerda. A bola passou por cima, rente à rede. Os visitantes, que até então eram dominados, tiveram um lapso de criatividade logo na sequência, obrigando Paulo Victor a fazer uma linda defesa. Tauã recebeu dentro da pequena área e desviou à queima-roupa, mas o goleiro fechou o ângulo e impediu o empate.

O Grêmio foi rápido e certeiro na resposta. Matheus Henrique ficou com a sobra de um rebote e assistiu André, que ampliou o placar aos 37 minutos, após driblar o marcador dentro da área e bater de direita, cruzado. Mesmo com a vantagem, os donos da casa tentaram ampliar o saldo. Cebolinha fez jogada pela esquerda, invadiu a área e bateu rasteiro, mas Carlão fez a defesa. O juiz encerrou o primeiro tempo depois de apenas um minuto de acréscimo.

Segundo tempo de ritmo mais lento

Ainda que o Grêmio não tenha voltado do intervalo com a mesma intensidade, a diferença técnica entre os dois times ficou evidente. O Tricolor teve uma chance logo no começo do retorno do vestiário. Léo Moura fez jogada individual e cruzou para Jean Pyerre, que tentou um chute de primeira e acertou o capitão Maicon. Aos 10 minutos, Matheus Henrique lançou André, que fez o pivô para Juninho, mas o zagueiro Pablo se recuperou e afastou a bola da área

O São Luiz foi guerreiro e tentou partir para cima. Leílson marcou aos 10 minutos, mas não valeu. O árbitro anulou o tento e deu o cartão amarelo por ele ter colocado a bola para a rede com o braço direito. Apenas três minutos depois, Everton anotou o dele. Em uma jogada clássica de velocidade, Cebolinha disparou pela esquerda, após receber de Jean Pyerre, invadiu a área, cortou para dentro e bateu no ângulo cruzado.

Com a vaga para a final encaminhada, o técnico Renato Portaluppi começou a fazer mudanças no time. O primeiro a deixar o gramado foi Alisson, que deu lugar a Marinho. Os adversários também mudaram para tentar uma improvável virada. Aos 18, uma troca dupla: Prill no lugar de Tauã e Anderson Paraíba nom lugar de Leilson. O capitão Maicon foi substituído por Rômulo aos 21 minutos, com dores no joelhos. Na casa-mata, foi direto para o gelo.

O jogo se tornou morno. O Tricolor passou a adotar uma postura menos ofensiva e dar mais espaços aos visitantes. Aos 28, André cabeceou um cruzamento de Everton e a bola passou lenta ao lado do gol, rente à trave, assustando Carlão, que tirou com os olhos. Em seguida, o centroavante saiu para a entrada de Vizeu sob aplausos de boa parte dos 16.857 torcedores que estiveram na Arena.

Enquanto a partida se arrastava para o fim, Everton ainda presenteou a torcida com uma linda jogada. Ele roubou a bola e acelerou rumo à área. Em vez de tentar o chute, buscou Jean Pyerre, que perdeu tempo e se enroscou com a zaga. Na sequência, o árbitro marcou falta de Vizeu. Já nos acréscimos, Marinho teve uma chance, mas isolou para fora. 

Gauchão 2019 - Semifinal 

Grêmio (3)

Paulo Victor; Léo Moura, Geromel, Kannemann e Juninho Capixaba; Matheus Henrique, Maicon (Rômulo), Alisson (Marinho), Jean Pyerre e Everton; André (Felipe Vizeu)
Técnico: Renato Portaluppi

São Luiz (0)
Carlão; Maicon, Pablo, João Marcus e Márcio Goiano; Clayton, Rudiero, Mikael (Vavá), Leílson e Thiago Alagoano (Anderson Paraíba); Tauã (Prill)
Técnico: Paulo Henrique Marques

Cartões amarelos: Alisson, Marinho (GRE); Pablo e Thiago Alagoano, Márcio Goiano, Leílson (SLZ)
Gols: Alisson (GRE); André (GRE) e Everton (GRE)
Local: Arena do Grêmio