Grêmio negocia com cinco jogadores “inquestionáveis” para reforçar o time

Grêmio negocia com cinco jogadores “inquestionáveis” para reforçar o time

Presidente Romildo Bolzan negou o interesse do clube no goleiro Cássio, do Corinthians

Correio do Povo

Presidente acredita o Grêmio ficará bem reforçado se contratar dois dos jogadores com que negocia

publicidade

O presidente Romildo Bolzan Júnior revelou durante a coletiva no início da tarde desta terça-feira que o Grêmio irá contratar até cinco jogadores “inquestionáveis”. O dirigente revelou que as negociações estão em andamento e deverão ser concretizadas até o fim de março, o que demonstra que os atletas virão do exterior.

“Temos, pelo menos, quatro ou cinco situações conversadas. Algumas com proposta formuladas, mas não finalizamos nenhuma delas”, destacou. “Queremos finalizar as negociações em andamento, pois no final de março esgotam o prazo de chegada de jogadores (do exterior). Talvez, possamos finalizar alguma situação agora e receber o jogador um pouco mais adiante. Existem situações desta natureza, mas o que precisamos é ter a certeza daquilo que vamos contar. Não dá para dizer os nomes, mas os quatro chegam, colocam a camisa e saem jogando. São jogadores inquestionáveis do futebol brasileiro e mundial”, destacou o presidente.

Bolzan negou que o Grêmio tenha interesse no goleiro Cássio, do Corinthians. Tampouco falou se o clube pretende se reforçar no setor. 

Romildo admitiu mais uma vez que o time precisa de uma reformulação. E acredita que fechando algumas negociações terá uma equipe em condições de disputar os títulos que vai disputar na temporada 2021. “Se algumas delas for concretizada, posso adiantar para a torcida que são jogadores muito importantes que virão dentro do contexto pontual de chegarem e serem titularer do Grêmio. Se tivermos a oportunidade de finalizar dois (negócios), creio que estaremos em uma posição favorável para reorganização e qualificação do nosso time”, revelou Bolzan.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895