Grêmio só buscará reforços que disputem a titularidade

Grêmio só buscará reforços que disputem a titularidade

Presidente Romildo Bolzan declarou que pode fazer contratação “um pouco fora da curva”, mas com responsabilidade

Correio do Povo

Bolzan revelou que o Grêmio pode trazer mais um centroavante, um meia armador e um volante em outubro

publicidade

O presidente Romildo Bolzan Junior revelou em programa ao vivo da GrêmioTV na manhã desta terça-feira que o clube segue buscando reforços no mercado, mas colocou condições para que as negociações sejam concretizadas. A principal delas é que o jogador contratado tenha total condição de ser titular da equipe de Renato Portaluppi.

“O Grêmio avalia (o mercado), mas o conceito é: se for para trazer mais do mesmo, não vamos contratar. Se for para disputar posição, de uma maneira bastante inferiorizada em relação ao titular, também não vai vir. Vamos buscar reforços que tenham nível para ser titular importante. Acho que temos a necessidade de ter mais um centroavante, mais um meia armador e, se tivermos a condição de ter mais um volante, também vamos buscar. Embora, na ‘volância’, temos grandes jogadores que podem chegar e jogar rapidamente a partir da avaliação que temos na base”, revelou o dirigente.

Bolzan não vê problemas em contratar estrangeiros e acredita que buscar jogadores fora do país é totalmente possível, pois não teria problemas com o treinador. O mandatário gremista destacou que tentou a contratação de Cuellar, que optou por ficar no Al Hilal, da Arábia Saudita, e que desistiu de contratar Pity Martinez, devido aos valores exigidos em uma transferência. Outro sonho do Tricolor, o centroavante Calleri, também não foi possível pelos altos valores envolvidos para ter o jogador.

O dirigente não revelou os jogadores que estão na mira do Grêmio, até para não complicar as negociações. Porém, deixou em aberta a possibilidade de contratar um jogador “um pouco fora da curva (financeira)” do clube. Ao ser questionado sobre o que o clube fez com os valores arrecadados com vendas de jogadores, Bolzan destacou o investimento na base, no grupo e no pagamento de dívidas.

Veja Também

“O pensamento mais comum é: temos problemas? Contrata. É um raciocínio simplista. O Grêmio contratou e vai continuar, se tiver necessidade e se tiver condições de fazer os negócios. Agora, não me peçam para fazer loucuras. Devaneios ou fora da capacidade financeira do Grêmio. Se tivermos a oportunidade de fazer um negócio que seja capaz de ser cumprido pelo Grêmio, mesmo que um pouco fora da curva, vamos fazer. Agora, tem que se apresentar o jogador das posições que precisamos”, afirmou.

“Não gostaria de estar na pele de muitos clubes aí, que estão em uma situação financeira incapacitada e que vão na velha receita. 'Quanto pior eu estou, mais eu contrato para sair dela'. E quando os resultados não chegam, sabe o que acontece? Fica no fundo do poço”, concluiu.

Bolzan ainda revelou que está aprovando o desempenho do lateral Orejuela e que irá conversar com o Cruzeiro no final do ano para adquirir os direitos do atleta. O colombiano está emprestado ao Grêmio e o contrato tem uma cláusula que prevê a compra pelo Tricolor até o dia 31 de dezembro.

• Confira o programa na íntegra pelo YouTube da Grêmio TV


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895