Grêmio se prepara para saga de cinco jogos em 14 dias para reagir no Brasileirão

Grêmio se prepara para saga de cinco jogos em 14 dias para reagir no Brasileirão

Grêmio inicia no sábado, contra o Inter, uma sequência para buscar a retomada campeonato

Rafael Peruzzo

Após classificação para as oitava da Libertadores, time precisa reencontrar caminho na competição nacional

publicidade

A classificação às oitavas de final da Libertadores da América está garantida, e o Grêmio só volta a jogar pela competição sulamericana no dia 22 de outubro. Nesse intervalo até o último compromisso pelo Grupo E, o Tricolor terá cinco partidas para buscar a reação no Campeonato Brasileiro, no qual a situação é completamente inversa. O time de Renato Portaluppi atualmente flerta com a zona de rebaixamento, algo impensável para um grupo tido como um dos mais qualificados do país.

Serão 15 pontos a serem jogados – nove deles dentro da Arena – em 14 dias. A começar pelo clássico Gre-Nal do próximo sábado. “Nosso objetivo agora é voltar a vencer no Brasileiro”, diz o zagueiro David Braz. O grupo poderá se focar apenas em uma competição nas próximas duas semanas. “Agora é Brasileirão, temos consciência da importância dos jogos”, destaca o zagueiro Rodrigues. Depois de encarar o Inter, a tabela prevê os confrontos contra Coritiba (Arena), Santos (fora), Botafogo (Arena) e São Paulo (fora). 

Renato ganhará opções para o Gre-Nal na Arena. As principais estão no meio-campo. Maicon e Jean Pyerre devem ficar à disposição. Mas dificilmente o treinador irá escalar dois atletas que estão retornando de lesão. A possibilidade maior é de Maicon iniciar e Jean ficar como opção no banco de reservas. Lucas Silva, que não enfrentou a Universidad Católica na terçafeira por estar suspenso, é outro que pode retornar no clássico.

Há uma dúvida a ser dirimida no sistema defensivo. Rodrigues e Paulo Miranda disputam a vaga ao lado de David Braz. A tendência é que Paulo Miranda seja o escolhido, principalmente pela questão da experiência. Geromel e Walter Kannemann, ambos diagnosticados com a Covid19, serão os desfalques mais notáveis para o Gre-Nal e os próximos jogos no Campeonato Brasileiro. O Tricolor defenderá uma invencibilidade de dez jogos diante do maior rival


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895