Grêmio terá que buscar feito inédito em suas participações em Libertadores para avançar
capa

Grêmio terá que buscar feito inédito em suas participações em Libertadores para avançar

Nas três vezes em que perdeu o primeiro jogo em casa, Tricolor acabou eliminado da competição

Por
Correio do Povo

Grêmio perdeu para o Rosario por 1 a 0 na Arena em 2016 e acabou eliminado da competição

publicidade

Após a derrota para o Palmeiras por 1 a 0 nas quartas de final da Libertadores, o Grêmio terá de buscar um feito histórico para avançar às semifinais da competição. Nas três vezes em que perdeu o primeiro jogo em casa, o Tricolor não encontrou forças para reverter o resultado nos mata-matas.

Isso aconteceu em três oportunidades nas participações do Grêmio em Libertadores da América. A primeira delas na final de 1984, quando perdeu para o Independiente no Olímpico por 1 a 0. Na volta, empate em 0 a 0 garantiu o sétimo e último título dos argentinos.

Na segunda oportunidade, Tricolor tinha o técnico Renato no comando. Nas oitavas de final da Libertadores de 2011, o Grêmio perdeu por 2 a 1. No jogo de volta, nova derrota por 1 a 0. 

A última vez em que perdeu o primeiro confronto em casa foi já na nova casa. Na Arena, o Tricolor foi surpreendido pelo Rosario Central por 1 a 0. No jogo de volta, nova derrota na Argentina, pelo placar de 3 a 0. 

A partida de volta contra o Palmeiras acontece na próxima terça-feira, 27 de agosto, às 21h30min, no Pacaembu. Para avançar no tempo normal, o Grêmio precisará vencer por dois gols de diferença, ou por um gol, desde que marque pelo menos dois. Em caso de vitória por 1 a 0, jogo irá para os pênaltis.

As derrotas em casa do Grêmio no primeiro jogo de Libertadores

Final de 1984 - Grêmio 0 x 1 Independiente (0 a 0 na Argentina)

Oitavas de final de 2011 - Grêmio 1 x 2 Universidad Catolica (1 a 0 para o Catolica no Chile)

Oitavas de final de 2016 - Grêmio 0 x 1 Rosario Central (3 a 0 para o Rosario na Argentina)