Grêmio usará jogo contra o Avaí como teste para Libertadores
capa

Grêmio usará jogo contra o Avaí como teste para Libertadores

Leo Moura e Maicon podem estar em campo nesta quinta-feira

Por
Rafael Peruzzo

Maicon poderá ser utilizado diante do Avaí para ganhar ritmo de jogo

publicidade

O time que Renato Portaluppi colocará em campo nesta quinta-feira para enfrentar o Avaí deve ser igual ou muito próximo daquele que irá encarar o Flamengo na Arena, no primeiro duelo pela semifinal da Libertadores. É a oportunidade derradeira para o treinador fazer algum experimento, ajustar possíveis problemas da equipe e avaliar prováveis mudanças. 

Há dúvidas a serem dirimidas até o dia 2 de outubro. Leo Moura e Maicon estão à disposição. O lateral-direito deve ir a campo amanhã para ganhar ritmo de jogo. O volante não foi utilizado na rodada passada contra o Santos, mas pode retornar. Michel deu uma consistência defensiva maior ao meio-campo ao lado de Matheus Henrique, e aí reside uma dúvida para a Libertadores da América. Mas Renato não deverá abrir mão da qualidade técnica de Maicon. 

Bruno Cortez treinou normalmente ontem e a tendência é que vá para o jogo contra o Avaí. Pedro Geromel ainda precisa de mais tempo para estar plenamente recuperado de lesão muscular e é possível que ele apareça na equipe que enfrenta o Fluminense, domingo, quando os reservas vão voltar à cena.

O zagueiro Walter Kannemann não quis alimentar a polêmica levantada por dirigentes e treinadores de Grêmio e Flamengo, que nos bastidores já esquentaram o clima para a semifinal. O argentino preferiu não opinar sobre qual time joga o melhor futebol atualmente. “Sei lá, para mim isso não importa. O que sei é que estamos fazendo um bom trabalho nos últimos anos, com conquistas, mesmo que, talvez, não tenhamos o melhor elenco”, disse o defensor. 

Kannemann admitiu que o time enfrentou algumas turbulências na temporada, mas destaca que este é o melhor momento até aqui do Grêmio em 2019. “Melhoramos no Brasileiro e estamos na semifinal da Libertadores, eu acho que é sim nosso melhor momento”.