Grêmio vence Flamengo nos pênaltis e conquista vaga na final da Supercopa do Brasil feminina

Grêmio vence Flamengo nos pênaltis e conquista vaga na final da Supercopa do Brasil feminina

Os gols do tempo regulamentar foram marcados por Cida, do Flamengo, e Jéssica Soares, do Grêmio

Correio do Povo

Jogo terminou empatado em 1 a 1 no tempo normal

publicidade

Foi na disputa de pênaltis, após um empate no tempo normal em 1 a 1, que o Grêmio conquistou a vaga na final da Supercopa do Brasil feminina ao vencer o Flamengo, na tarde desta quarta-feira, no estádio Luso Brasileiro, no Rio de Janeiro, pelo placar de 4 a 3  Os gols do tempo regulamentar foram marcados por Cida, do Flamengo, e Jéssica Soares, do Grêmio. Nas penalidades, brilhou a goleira do Tricolor e da Seleção Brasileira, Lorena.

Assegurado na finalíssima, o Tricolor agora aguarda o resultado da partida entre Corinthians e Real Brasília – equipe que eliminou o Inter na rodada passada – que jogam neste momento. A grande final está marcada para domingo, às 10h30min.

A primeira etapa começou com um nível alto de pressão sobre a saída de bola de ambas as equipes. O primeiro tento veio após uma falha do sistema defensivo das gurias gremistas. Em cobrança de falta, Lorena saiu mal da meta e não cortou. A bola sobrou para a zagueira Cida, que bateu por cobertura. Placar aberto aos 7 minutos.

Veja Também

A reação gremista veio logo aos 19. Em uma bola alçada na área, uma das marcas registradas da equipe comandada pela técnica Patrícia Gusmão, a zaga Rubro-negra “bateu cabeça” e a bola sobrou para Jéssica Soares. Com calma e frieza, a lateral empurrou para dentro das redes. 1 a 1.

A etapa complementar foi resumida em uma grande atuação da goleira Lorena, que fechou a meta gremista. O Flamengo até chegou ao gol, com Monalisa, mas o tento foi anulado pela arbitragem. Nos pênaltis, a goleira Tricolor, recém convocada pela técnica Pia Sundhage, brilhou novamente. Lorena defendeu a cobrança de Anny e contou com o erro da lateral direita Monalisa. Do lado do Grêmio, apenas a volante Tchula não marcou. 4 a 3 e as gurias estão na grande final.          


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895