Grêmio vence Goiás na Arena por 2 a 1 em jogo de recorde de Renato

Grêmio vence Goiás na Arena por 2 a 1 em jogo de recorde de Renato

Tricolor desperdiçou inúmeras oportunidades, mas garantiu o triunfo com gols de Jean Pyerre e Maicon

Correio do Povo

Jean Pyerre abriu o placar na Arena

publicidade

Em uma partida movimentada, cheia de chances desperdiçadas pelo Tricolor e boas defesas do goleiro Tadeu, o Grêmio venceu o Goiás por 2 a 1 na Arena, nesta segunda-feira, em jogo atrasado da 6ª rodada do Brasileirão. Com o triunfo, a equipe gremista soma 37 pontos no campeonato, sobe para a 7ª colocação e fica a cinco pontos do líder Atlético-MG, com um jogo a menos. 

Tendo mais a posse de bola, o time do recordista de partidas na casamata Renato Portaluppi empilhou oportunidades na primeira etapa e parou nas boas defesas do arqueiro esmeraldino. No entanto, foi em uma falha de Tadeu, aos 18 minutos, que Jean Pyerre aproveitou e abriu o placar. 

Na segunda etapa, o Goiás se soltou, levou mais perigo, mas deu mais espaços. Aos 20 minutos, Luiz Fernando encontrou Maicon, que estava de volta a equipe titular e fez o segundo tento da partida. Anulado pelo assistente, o lance foi validado com auxílio do VAR. Em erro defensivo, João Marcos descontou para os visitantes aos 25, mas o Tricolor soube controlar bem e ainda perdeu outros lances na "cara" de Tadeu. 

384 vezes Renato Portaluppi

Quis o destino que Renato se torna-se o treinador com o maior número de jogos na casamata gremista contra seu adversário de estreia quando assumiu o Tricolor na primeira vez, em 2010. Na ocasião, um roteiro bem diferente do desta noite.

Tendo chegado na equipe na tarde do dia da partida, o comandante viu seu time ser eliminado da Copa Sul-Americana perdendo por 2 a 0 no Olímpico. Na noite desta segunda-feira, Renato ultrapassou Oswaldo Rolla, o Foguinho, que havia dirigido o Grêmio em 383 partidas. 

Amplo domínio Tricolor

O Grêmio mandou na partida durante todo o primeiro tempo. Com mais posse de bola e sempre no campo do adversário, o Tricolor desperdiçou diversas chances com boas defesas do goleiro esmeraldino Tadeu. Aos 7 minutos, Luiz Fernando cruzou bonito para Diego Souza que cabeceou e parou no arqueiro adversário. 

Na sequência foi a vez de Luiz Fernando tabelar com Victor Ferraz e parar em Tadeu após chute cruzado aos 8 minutos. Destaque da partida até o momento, o goleiro do Goiás se atrapalhou na saída de jogo, entregou a bola nos pés de Jean Pyerre. O meia gremista finalizou para o gol aberto e abriu o placar na Arena. 

Depois de marcar, os comandados de Renato Portaluppi seguiram empilhando oportunidades, mas pecando na falta de eficiência. Aos 23, Jean Pyerre recebeu de Diego Souza e cabeceou fraco. Na resposta esmeraldina, Shaylon encontrou Fernandão na área, que testou firme. Vanderlei segurou em dois tempos aos 30. 

E foi Ferreira que perdeu a principal chance de ampliar o marcador. Jean Pyerre encontrou o meia-atacante, que saiu na cara de Tadeu, mas parou no goleiro em chute forte. Logo depois, em bate e rebate na área, a bola sobrou para o jovem, que de canhota mandou para fora. O 1 a 0 ficou barato e Renato ficou na bronca com seus jogares por não terem aproveitado as chances criadas.

Jogo franco no segundo tempo

Precisando alterar o cenário da partida, o Goiás veio mais "faceiro" e ofensivo para o segundo tempo. E quase foi premiado. Aos 6 minutos, após cobrança de escanteio, Rafael Moura tentou a cabeçada, mas a bola chegou até o zagueiro David Duarte que mandou testada forte no travessão de Vanderlei. 

O jogo ficou bem mais aberto e os dois times obrigavam as defesas a trabalharem em lances de velocidade. Aos 15 minutos, Luiz Fernando aproveitou contragolpe, avançou e finalizou com estilo na trave de Tadeu. Aos 20 minutos, Jean Pyerre achou bem Luiz Fernando, que crozou bem para Maicon marcar o segundo gol gremista. No campo, o árbitro marcou impedimento, mas o VAR revisou e confirmou o tento. 

Aos 25 minutos, a zaga gremista deu bobeira, ficou em linha e João Marcos aproveitou para descontar para os visitantes e manter o jogo aberto. Ainda que "emocionante", foi o Grêmio quem perdeu os principais lances até o final da partida. Aos 42, Everton saiu de frente para Tadeu e desperdiçou. Em contragolpe, Jean Pyerre deixou Churín na cara do goleiro e ele também desperdiçou aos 46. 

Brasileirão – 6ª rodada

Grêmio 2
Vanderlei; Victor Ferraz (Orejuela), Geromel, Rodrigues e Diogo Barbosa; Matheus Henrique, Maicon (Lucas Silva), Jean Pyerre, Luiz Fernando (Everton) e Ferreira (Pepê); Diego Souza (Churín).
Técnico: Renato Portaluppi

Goiás 1 
Tadeu; Taylon (Heron), Fábio Sanches, David Duarte e Jefferson; Ariel Cabral, Breno, Miguel Figueira (Henrique) e Shaylon (João Marcos); Keko (Rodrigues) e Fernandão (Rafael Moura).
Técnico: Glauber Ramos.

Gols: Jean Pyerre (18min/1T°) Maicon (20min/2T°) João Marcos (25min/2T°)
Cartões amarelos: David Duarte e Miguel Ferreira (Goiás) Lucas Silva e Rodrigues (Grêmio) 
Árbitro: Savio Pereira Sampaio (DF)
Auxiliares: Kleber Gil (Fifa/SC) e Johnny de Oliveira (SC)
Árbitro do VAR: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Horário: 18h


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895