Grêmio vence Guaraní por 2 a 0 e fica perto das quartas da Libertadores

Grêmio vence Guaraní por 2 a 0 e fica perto das quartas da Libertadores

Jean Pyerre e Pepê definiram vitória para o Tricolor no Paraguai

Correio do Povo

Grêmio venceu com gols de Jean Pyerre e Pepê

publicidade

Após um primeiro tempo sem emoções, o Grêmio tratou de dominar e encaminhar sua vaga nas quartas de final da Libertadores. Jogando fora de casa, no Paraguai, venceu o Guaraní pelo placar de 2 a 0 no Defensores del Chaco, na noite desta quinta-feira, e ficou muito perto de mais uma classificação às quartas de final na competição continental. 

Os gols da partida foram marcados no segundo tempo. Pepê fez grande jogada pela esquerda em contra-ataque e escorou para Jean Pyerre abrir o placar. Depois, o próprio Pepê recebeu assistência de Churín, de cabeça, para marcar o segundo e definir o jogo em favor do Tricolor. 

Com o resultado, o Grêmio pode até perder por um gol de diferença. A partida de volta acontece na próxima quinta-feira, às 21h30min, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre. Pelo Brasileirão, o próximo compromisso é diante do Goiás, na segunda-feira, às 18h, na Arena. A partida atrasada é válida pela 6ª rodada da competição. 

Poucas emoções no primeiro tempo 

O técnico Renato Portaluppi tinha apenas uma dúvida para a partida diante do Guaraní. Já em solo paraguaio, havia a indefinição quanto ao companheiro de Pedro Geromel na zaga, já que o argentino Walter Kannemann estava suspenso. David Braz foi confirmado e compôs a defesa com Victor Ferraz e Diogo Barbosa nas laterais. 

Jogando em casa, o Guaraní começou controlando a partida. Nos primeiros minutos, ocupou o campo do Grêmio, que pouco conseguiu fazer para chegar ao ataque. As poucas chegadas ofensivas se resumiam a lançamentos de Darlan, que não atingiram os alvos nos minutos iniciais. Assim, a equipe de Renato ficou amarrada no início do confronto, assistindo aos paraguaios tocarem a bola, mas sem conseguirem a infiltração.

A primeira chance do Grêmio só viria aos 15 minutos. Diego Souza recebeu na intermediária de ataque e achou Pepê na esquerda. Ele invadiu a área e tentou toque para trás buscando Luiz Fernando, já sem goleiro. No entanto, ele não alcançou a bola e deixou de mandar para o gol vazio, desperdiçando oportunidade.

A partir daí, o Grêmio equilibrou as ações e melhorou na partida. Seguiu explorando as laterais de campo, especialmente com Pepê pela esquerda e Luiz Fernando pela direita. No entanto, isso não resultou em chances claras de gol, e a partida permaneceu morna em boa parte da primeira etapa. Os números traduziram isso: das três finalizações, duas do Guaraní e uma do Grêmio, nenhuma foi no gol. Assim, o confronto foi ao intervalo em 0 a 0.

Tricolor pressiona e garante vantagem

O Grêmio ameaçou voltar para a segunda etapa com uma postura mais agressiva. Logo a um minuto, Diego Souza fez boa jogada pela direita. Ele venceu a marcação e cruzou para Luiz Fernando, que mergulhou de peixinho. De cabeça, mandou a bola na trave esquerda do goleiro Servio, levando perigo no início. 

Aos 11 minutos, o Grêmio chegou ao gol. Após Vanderlei salvar à queima roupa em cobrança de escanteio, o Tricolor puxou contra-ataque. David Braz lançou Pepê na esquerda, que invadiu o campo de ataque e escorou para Jean Pyerre. Ele bateu muito bem, colocado, no canto direito do goleiro Servio, que pouco pôde fazer para evitar o 1 a 0.

Com a vantagem no placar, o Grêmio passou a tentar reter a bola no campo de ataque. Para fazer isso de maneira mais efetiva, Renato Portaluppi sacou o apagado Diego Souza, que pouco contribuiu ofensivamente na noite desta quinta-feira, para colocar Churín, algoz antigo do Guaraní desde os tempos de Cerro Porteño. 

Nos minutos finais, as trocas diminuíram o ritmo da equipe. Ainda assim, o Grêmio chegou ao segundo gol aos 40 do segundo tempo, o que encaminhou a vaga. A zaga do Guaraní rebateu mal e ela sobrou para o sempre participativo Churín. De cabeça, ele deu assistência para Pepê, um dos melhores em campo pelo Grêmio, que encobriu o goleiro Servio e fez o 2 a 0 que definiu o jogo no Paraguai.

Veja Também

Libertadores da América - Jogo de ida das oitavas de final 

Guaraní 0 

Servio; Tripichio, Romaña, Baéz e Benítez; Morel, Fernández, Florentín (Redes) e Merlini; Domínguez e Fernández (Bobadilla). Técnico: Gustavo Costas 

Grêmio 2

Vanderlei; Victor Ferraz, Geromel, David Braz e Diogo Barbosa; Darlan, Matheus Henrique (Lucas Silva), Luiz Fernando (Everton), Jean Pyerre (Pinares) e Pepê; Diego Souza (Churín). Técnico: Renato Portaluppi

Gols: Jean Pyerre (11/2T) e Pepê (40/2T)

Cartões amarelos: Benítez, Morel (Guaraní); Matheus Henrique (Grêmio)

Cartões vermelhos: Morel (Guaraní)

Arbitragem: Guillermo Guerrero (EQU) 

Local: Estádio Defensores del Chaco, em Assunção (PAR)

Data e hora: 26/11, às 21h30min


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895