Grêmio vence Juventude por 1 a 0 e larga em vantagem nas oitavas da Copa do Brasil

Grêmio vence Juventude por 1 a 0 e larga em vantagem nas oitavas da Copa do Brasil

Em jogo fraco tecnicamente, Tricolor marcou gol no início do confronto e joga por empate em Caxias do Sul para ir às quartas da competição nacional

Correio do Povo

Grêmio venceu por 1 a 0 com gol de Isaque, no início do confronto

publicidade

Vitória simples e poucas emoções. Assim é possível resumir a vitória do Grêmio por 1 a 0 sobre o Juventude na Arena, na noite desta quinta-feira, no jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. O Tricolor fez gol cedo, mas depois parou de produzir. As duas equipes estiveram pouco inspiradas, e o placar magro se manteve até o fim, em um jogo fraco tecnicamente na competição de mata-mata. 

O único gol do jogo foi marcado no início do primeiro tempo. Isaque, aos oito minutos, tabelou com Pepê e bateu na saída de Marcelo Carné para definir a vitória do Tricolor na Arena.

Com o resultado, o Grêmio joga por um empate na Serra para avançar às quartas de final da competição nacional. O jogo de volta acontece na próxima quinta-feira, às 21h30min, no Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul. O próximo compromisso pelo Brasileirão é contra o Red Bull Bragantino, na segunda-feira, às 20h, na Arena.

Grêmio faz gol cedo, mas para de jogar 

O Grêmio iniciou o confronto um pouco modificado em relação aos últimos jogos. Após muitos pedidos da torcida, Ferreira finalmente começou a partida entre os titulares. Nas laterais, Diogo Barbosa e Victor Ferraz e, no meio, Isaque completou o time, que voltou a ter dois volantes: Lucas Silva e Matheus Henrique.

Logo aos oito minutos, os garotos do Grêmio mostraram serviço. Isaque começou a jogada no meio e abriu na esquerda para Pepê. Ele correu para receber e o ponta acertou a tabela. Acionou de novo Isaque, que entrou na área e finalizou na saída de Marcelo Carné. O goleiro ainda tocou nela, mas não evitou o gol de abertura. 

Após o gol, contudo, o Tricolor parou de jogar. O Juventude, que ameaçou sentir o gol, é que cresceu na partida. A equipe da Serra construiu suas jogadas de ataque especialmente pelo lado esquerdo. Aos 29, Eltinho acionou Breno, que recebeu na entrada da área. Ele limpou a marcação e chutou forte, obrigando Vanderlei a espalmar para escanteio.

Mesmo com alterações no meio campo, o Grêmio sofreu com a falta de velocidade e de alguém capaz de dar mobilidade ao setor. Isaque até tentou dar uma movimentação, mas viu seus companheiros de meio, especialmente Lucas Silva e Matheus Henrique, engessados. Assim, o placar foi ao intervalo apenas em 1 a 0 para o Grêmio. 

Juventude perde chance do empate

Como se fosse possível, o jogo voltou em um ritmo ainda mais lento do que no final do primeiro tempo. As duas equipes pouco produziram, e os primeiros 15 minutos da etapa final foram de toques burocráticos para o lado, sem que nenhuma das duas equipes conseguisse criar algo perto do gol adversário.

Após os minutos iniciais de pouca ação, o Grêmio ameaçou controlar o segundo tempo. Ficou mais com a bola e ensaiou chegadas, especialmente pela direita. Ferreira tentou aos 22, mas o cruzamento rasteiro foi interceptado por Marcelo Carné, evidenciando a falta de capricho no último passe por parte do setor ofensivo do Tricolor.

Aos 25 minutos, o técnico Renato Portaluppi tentou modificar o setor de meio campo. Colocou em campo Jean Pyerre e Thaciano, sacando Ferreira e Isaque. Mas o quadro pouco mudou. O jogo continuou muito lento, sem que as duas equipes sequer conseguissem levar perigo ao gol adversário.

Quando isso aconteceu, o Juventude perdeu um gol inacreditável. Após jogada pela direita do ataque do time da Serra, a bola cruzada rasteira encontrou Breno, na pequena área. Livre, sem goleiro, o artilheiro da Série B fez o mais difícil. Finalizou por cima, perdendo a chance de empatar. Assim, o único resultado possível se manteve: em jogo muito fraco, Grêmio em vantagem na Copa do Brasil, após vencer por 1 a 0 na Arena. 

Copa do Brasil - Jogo de ida das oitavas de final

Grêmio 1 

Vanderlei; Victor Ferraz, Kannemann, Geromel e Diogo Barbosa; Matheus Henrique, Lucas Silva (Everton), Isaque (Jean Pyerre), Ferreira (Thaciano) e Pepê; Diego Souza. Técnico: Renato Portaluppi 

Juventude 0

Marcelo Carné; Igor, Wellington, Nery Bareiro e Eltinho; João Paulo, Bochecha, Renato Cajá (Rafael Silva), Breno e Wagner (Capixaba); Dalberto (Gabriel Bispo). Técnico: Pintado

Gols: Isaque (8/1T)

Cartões amarelos: Pepê (Grêmio) e João Paulo (Juventude)

Árbitro: Anderson Daronco (RS)

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)

Data e hora: 29/10, às 21h30min

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895