capa

Grêmio vence o Rosario Central e segue vivo na Libertadores

Tricolor depende apenas de si para chegar às oitavas de final

Por
Cristiano Munari

Jean Pyerre abriu o placar na Arena

publicidade

O Grêmio segue vivo na Libertadores da América. Na noite desta quarta-feira, o Tricolor bateu o Rosario Central por 3 a 1 na Arena e chegou a sua primeira vitória na competição. Leonardo Gomes, duas vezes, e Jean Pyerre marcaram os gols gremistas. Aguirre descontou para os argentinos.

Com a vitória, o Grêmio é o terceiro colocado no Grupo H da Libertadores com quatro pontos, dois a menos que a Universidad Católica, que perdeu em casa para o líder Libertad (12). Praticamente eliminado, o Rosario Central ocupa a lanterna, com apenas um ponto.

Agora dependendo apenas de suas forças para avançar para as oitavas de final, o Tricolor vai enfrentar o Libertad no Paraguai na próxima rodada, em 23 de abril. Antes disso, porém, o técnico Renato Portaluppi terá de preparar a equipe gremista para os dois Gre-Nais que vão decidir o título do Gauchão de 2019. O primeiro clássico vai ocorrer no domingo, às 16h, no Beira-Rio enquanto a volta, na Arena, será na quarta-feira que vem, às 21h30min.

Everton comanda o Grêmio no primeiro tempo

Com apenas um ponto conquistado em três rodadas da Libertadores, o técnico Renato Portaluppi promoveu mudanças no Grêmio relação ao time que perdeu para a Universidad Católica na semana passada. Além de Jean Pyerre no lugar de Luan – afastado para fazer um trabalho físico especial –, André e Matheus Henrique ganharam vagas entre os titulares para enfrentar o Rosario Central. Na equipe argentina, o treinador Diego Cocca escalou vários jovens na equipe. Do time que vinha jogando pela Superliga Argentina, apenas cinco titulares foram escalados na Arena: o goleiro Ledesma, os laterais Molina e Parot, o zagueiro Barbieri e o meio-campista Aguirre.

A partida teve o cenário esperado. O Rosario Central se postou no campo de defesa fazendo uma marcação próxima da sua área para tentar segurar um Grêmio que foi comandado por Everton. O camisa 11 assumiu o papel de ser o condutor do time e foi responsável pelas principais jogadas da primeira etapa.

Foi com Everton que o Grêmio teve suas primeiras finalizações no jogo. Aos 7 minutos, ele recebeu na entrada da área pelo lado esquerdo, cortou para dentro e bateu para defesa de Ledesma, que soltou a bola. Faltou o pé do centroavante André para aproveitar o rebote do goleiro argentino. No lance seguinte, nada de erro de Ledesma. Em lançamento de Maicon, Everton desviou de cabeça e o goleiro fez uma grande defesa para manter o 0 a 0 no placar.

O Rosario Central deu trabalho para Paulo Victor apenas aos 13 minutos e foi a única finalização argentina no primeiro tempo. Herrera recebeu cruzamento de Pereyra e cabeceou fraco para tranquila defesa do goleiro gremista. O Tricolor respondeu na sequência novamente com Everton. O camisa 11 fez grande jogada individual, mas o chute cruzado passou à esquerda do gol.

Substituto de Luan, Jean Pyerre fazia uma partida discreta. Ele teve boa chance em falta próximo da área aos 24, só que a batida ficou na barreira. O garoto, porém, se recuperou no lance seguinte. Aos 30, novamente Everton apareceu bem. Ele cruzou e Jean Pyerre entrou na área como um centroavante para desviar e mandar para o gol: 1 a 0.

A festa na Arena se tornou maior antes do intervalo quando veio o anúncio dos gols do Libertad, que virava sobre a Universidad Católica no Chile. Com isso, o Grêmio passava a depender apenas de suas forças para chegar às oitavas de final da Libertadores.

Leonardo em noite de artilheiro

O Grêmio não ficou satisfeito com o 1 a 0 e voltou para o segundo tempo disposto a ampliar o placar. Logo aos 30 segundos, André entrou na área e bateu cruzado, mas a defesa do Central conseguiu o corte. O centroavante teve nova chance na sequência em contra-ataque em que foi fominha. André chutou por cima do gol em lance que tinha Everton como opção entrando livre pelo lado direito.

O lance perdido por André nem fez falta. Aos 9, o Grêmio fez o seu segundo gol. Jean Pyerre novamente foi decisivo. Ele fez a jogada pela esquerda e cruzou para o meio da área, onde o lateral Leonardo Gomes apareceu para chutar firme e vencer o goleiro Ledesma, 2 a 0.

Com 2 a 0 para o Grêmio, o Rosario Central precisou sair para o jogo. O time argentino, porém, mostrou por que tem apenas uma vitória em 2019. Sem nenhuma clareza para criar jogadas, o Central quase não ofereceu perigo a Paulo Victor.  

Renato Portaluppi se deu ao luxo de preservar jogadores já projetando o primeiro Gre-Nal da final do Gauchão no domingo e Diego Tardelli e Maicon deixaram o campo antes da metade do segundo tempo. Alisson e Thaciano entraram na equipe gremista. Depois, Rômulo entrou na vaga de Jean Pyerre.

O Grêmio diminuiu o ritmo após as mudanças e tratou de administrar o jogo. Mesmo assim, o Tricolor ainda chegou ao terceiro gol e foi novamente com Leonardo Gomes. O lateral-direito arriscou da entrada da área aos 37 e mandou sem chances para Ledesma, 3 a 0. O torcedor gremista ainda recebeu a confirmação da vitória do Libertad sobre a Universidad Católica, que deixou o Tricolor dependendo apenas de suas forças para avançar de fase na Libertadores. A festa na Arena não diminuiu nem com o gol de Aguirre, que descontou para o Central nos minutos finais da partida. 

Libertadores – 4ª rodada do Grupo H

Grêmio - 3
Paulo Victor; Leonardo Gomes, Kannemann, Geromel e Bruno Cortez; Matheus Henrique, Maicon (Thaciano); Diego Tardelli (Alisson), Jean Pyerre (Rômulo) e Everton; André. Técnico: Renato Portaluppi.

Rosario Central  - 1
Ledesma; Nahuel Molina, Miguel Barbieri, Luciano Recalde e Alfonso Parot (Rizzi); Rodrigo Villagra, Emmanuel Ojeda, Joaquin Pereyra (Duván Vergara), Jonás Aguirre; Jarlan Barrera (Riaño); Germán Herrera. Técnico: Diego Cocca.

Gols: Jean Pyerre (30min/1T); Leonardo Gomes (9min/2T-37min/2T); Aguirre (43min/2T)
Cartões amarelos: André, Matheus Henrique, Kannemann (GRE); Barbieri, Ojeda, Molina (RC)
Árbitro: Andres Rojas (COL) , auxiliado Wilmar Navarro e John Alexander Leon (COL)
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)