Hermann elogia Tiago Nunes e quer definir novo treinador do Grêmio "o quanto antes"

Hermann elogia Tiago Nunes e quer definir novo treinador do Grêmio "o quanto antes"

Em primeira coletiva como vice-presidente de Futebol, dirigente reiterou compromisso em manter clube competitivo

Correio do Povo

Presidente Romildo Bolzan participou do anúncio do novo vice de Futebol

publicidade

Horas após ser confirmado como novo vice-presidente de Futebol, Marcos Hermann concedeu entrevista coletiva no CT Luiz Carvalho no começo da noite desta terça-feira. De acordo com o dirigente, o Grêmio ainda não tem um novo treinador definido e o tema será debatido nos próximos dias. No entanto, o cartola elogiou bastante o nome de Tiago Nunes - o mais cotado para o cargo - e ponderou a necessidade da definição ser de uma "pressa relativa".

"Nosso padrão no Grêmio é fazer uma análise bem detalhada para o futuro. O Tiago Nunes sem dúvida está na lista, já conversamos com ele, já falamos com outros treinadores. Queremos definir o quanto antes na medida do possível (...) vejo bons nomes como treinadores no Brasil. E um deles é o Tiago Nunes, por isso conversamos com ele. Temos de cara um grande respeito, mas não estamos acertados. O Tiago terá que ter empatia conosco caso for o escolhido, pois os desafios serão grandes", afirmou.

O dirigente explicou que a direção está muito satisfeita com o trabalho feito pelo interino Thiago Gomes e que isso dá tranquilidade para eles trabalharem. Além do futuro comandante, Hermann também explicou o processo de transição, admitido pelo presidente, Romildo Bolzan Júnior, entre os títulos de anos anteriores e a nova temporada. Uma das prerrogativas para o novo comandante, inclusive. "é o apreço por trabalhar com jovens". "Queremos manter o clube competitivo, forte no presente, competitivo no presente, mas forte também no futuro pois a vida continua junto com a gente". 

O dirigente salientou que ninguém substituirá o ídolo Renato Portaluppi. "Tu estás falando de um ídolo, de alguém que me fez muito feliz há quarenta anos atrás e num passado recente. Não é por outra razão que ele é homenageado com uma estátua no clube. O ciclo se fechou, mas isso não muda em nada o apreço que temos por ele. Não tenho nenhuma dúvida de que ele voltará para o Grêmio. Ninguém substituíra o Renato, ele é insubstituível, temos que trazer um treinador e tirar essa carga dele."

As contratações de jogadores, tão cobradas por alguns torcedores nas redes sociais, deverão ser analisadas com critério, garante o vice de Futebol. "Temos capacidade de investimento. Alguma coisa, vamos fazer. Não me preocupo em encher aeroporto, me preocupo em aquele atleta que chegar ser aplaudido em dois ou três meses. Vamos tentar minimizar os erros para ter uma boa competitividade", sintetizou.

Hermann também explicou a razão de ter recusado o convite anteriormente. Após reuniões, o mandatário conseguiu a resposta positiva. "Todos sabem, nós somos apaixonados pelo clube, mas temos outros afazeres. Com base nisso, tive muita dificuldade de compatibilizar minhas atividades profissionais com meus afazeres no clube. No entanto, é uma convocação. Senti necessidade de dar minha contribuição para meus colegas e para o presidente Romildo".

A decisão, de acordo com ele, foi tomada no começo da tarde desta terça e por isso nenhum outro nome - executivo de futebol e diretor - foram definidos até o momento. Uma das poucas coisas que fez foi se reunir com o grupo para se apresentar. "Me apresentei ao grupo, muitos não me conheciam, alguns já me conheciam. Ainda não debati nada com ninguém, não conversei individualmente com ninguém. Acho que temos um elenco muito interessante. Experiência com jovens e talentosos. Confio que isso pode dar uma mescla muito interessante". 

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895