Jovens da base têm confiança de Renato e ganham chance de ouro na Libertadores

Jovens da base têm confiança de Renato e ganham chance de ouro na Libertadores

Após goleada em jogo na Arena, Renato deu folga para parte de elenco

Chico Izidro

Tricolor pode perder por até quatro gols de diferença para passar de fase

publicidade

Sem Renato, o Grêmio chegou nesse domingo ao Equador, onde nesta terçafeira enfrenta o Ayacucho, do Peru, em jogo de volta pela segunda fase da Libertadores. Com a vantagem de 6 a 1 obtida na quarta-feira na Arena, o Tricolor terá vários meninos vindos da base e que já entraram em campo no sábado, pelo Gauchão, e venceram o Esportivo por 2 a 0. No grupo para amanhã, 11 jogadores nunca atuaram na competição continental. Entre os mais calejados, estão apenas Rodrigues, Thaciano, Ferreira e Cortez, que será o capitão.

Doze jogadores receberam férias desde sexta, e ontem o próprio Renato se juntou a esse grupo, que retorna no dia 22. “A garotada está viajando com a minha confiança, do presidente, da diretoria. É a grande oportunidade deles de nesses próximos jogos mostrar o porquê de vestir a camisa do Grêmio”, afirmou Renato, após o jogo com o Esportivo. Além do Ayacucho, os jovens também seguirão na disputa do Gauchão, contra Aimoré e Juventude.

“No dia 22 todo mundo volta a treinar. Tem o jogo em Quito, basicamente é o time que jogou contra o Esportivo. Vamos ter dois ou três jogos do Estadual que vai ser essa base. Não tem condições de trazer os caras de volta direto, precisam de uma semana para a parte física”, disse o treinador. Viajaram para o Equador os goleiros Brenno e Adriel, os laterais Felipe, Vanderson e Cortez, os zagueiros Ruan, Rodrigues e Emanuel, os meias Lucas Araújo, Thaciano, Darlan, Fernando Henrique, Jhonata Varela, Bitello e Pedro Lucas, e os atacantes Ferreira, Guilherme Azevedo, Ricardinho, Léo Pereira e Léo Chú.

Renato falou ainda sobre a imagem que ficou marcada após a derrota para o Palmeiras na Copa do Brasil, quando ele aparece fazendo um sinal de ligação telefônica para o atacante Luiz
Adriano. “Interpretaram errado aquele sinal, que foi mais uma brincadeira por ele não ter vindo. Eu liguei para o Luiz Adriano no ano passado, é um grande jogador mas foge da parte financeira do clube”, disse o técnico, afirmando que nesta semana a torcida poderá ter uma “surpresa” em termos de reforços.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895