Juventus quer preferência de compra de jovens do Grêmio para liberar Douglas Costa, diz imprensa

Juventus quer preferência de compra de jovens do Grêmio para liberar Douglas Costa, diz imprensa

Clube italiano não quer a permanência do atacante devido aos alto custo e aos problemas físicos das últimas temporadas

Correio do Povo

Douglas Costa entrou em 19 partidas do Bayern na temporada e tem 650 minutos em campo na temporada 2020/2021

publicidade

Sem o interesse de manter Douglas Costa no elenco, a Juventus, da Itália, pode negociar o jogador de 30 anos com o Grêmio. Segundo o Tuttosport, o clube italiano aceitaria liberar o atleta desde que fique com a preferência de compra de jovens jogadores do Tricolor. De acordo com a imprensa italiana, o meia Pedro Lucas, de 18 anos, e o lateral Vanderson e o atacante Guilherme Azevedo estariam na mira dos dirigentes da La Vecchia Signora (A velha senhora).

Emprestado ao Bayern, Douglas atuou 650 minutos (segundo o site oficial do clube alemão) na temporada 20/21 e, até o momento, quem mais despertou o interesse no atacante foi o Grêmio, segundo o site italiano. Além das dificuldades físicas, os altos valores para manter o jogador inviabilizam uma permanência na Juventus.

No final de março, o técnico Renato Portaluppi revelou que conversou com o jogador criado no Grêmio e afirmou que ele tem o desejo de retornar para atuar no Tricolor. "É um jogador de Seleção Brasileira. Se tivermos condições, vamos avançar", afirmou o presidente gremista, Romildo Bolzan.

A definição sobre o futuro de Douglas Costa ocorrerá na janela de transferências do verão europeu. O Grêmio segue negociando para reforçar o time, mas já admitiu que pode esperar até o meio do ano para trazer um reforço de peso.

Nesta sexta-feira, o clube começa a disputar a terceira fase da pré-Libertadores. O jogo contra o Independiente del Valle inicia às 19h15min, no estádio Defensores del Chacho, em Assunção, no Paraguai. Devido a casos de Covid-19 no elenco gremista, autoridades do Equador proibiram os jogadores do Tricolor de treinar e a partida foi adiada, passando o mando de campo para o estádio paraguaio.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895