Mancini deve manter base do time do Grêmio, mas levará "mistério" até a hora do clássico Gre-Nal

Mancini deve manter base do time do Grêmio, mas levará "mistério" até a hora do clássico Gre-Nal

Treinador tem dúvidas na composição do meio de campo e Campaz pode começar o jogo

Correio do Povo / Rádio Guaíba

Mancini vai para seu primeiro clássico Gre-Nal no comando do time

publicidade

O esquema utilizado contra o Atlético Mineiro deve ser repetido no clássico Gre-Nal, às 19h, no sábado, no estádio Beira-Rio. Apesar da derrota, o bom rendimento do time deixou positivas impressões ao comandante com uma equipe com três jogadores de marcação no meio de campo: Villasanti, Thiago Santos e Lucas Silva. Com esse trio, o Tricolor desperdiçou três chances de gol em dez minutos e controlou o ímpeto do líder do campeonato. 

Entretanto, defensivamente, a equipe vazou em uma chance e o meia colombiano Jaminton Campaz, que entrou ao longo da partida e marcou até um gol, também foi bem no duelo e deu mais criatividade a equipe. Por isso, o mistério mantido por Mancini será a presença ou não de um meia armador e em qual vaga do meio ele entraria. Em 19°, com 26 pontos, e severamente ameaçado pelo rebaixamento, o Tricolor não pode negociar pontos no Beira-Rio. O retorno de Jean Pyerre também não é descartado. 

Chapecó permanece no gol na vaga de Brenno e a tendência é que Rafinha fique com a vaga de Vanderson. Mancini quer um time experiente e com um maior equilíbrio emocional. 

No ataque, o trio ofensivo será mantido com Ferreira, Borja e Douglas Costa. O time encaminhado no treinamento desta sexta-feira tem Chapecó; Rafinha, Geromel, Kannemann e Cortez; Villasanti, Thiago Santos e Lucas Silva (Campaz); Douglas Costa, Borja e Ferreira. 

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895