capa

Nova postura e mudanças pontuais impulsionam Grêmio em busca da classificação na Libertadores

Geromel comentou que conceitos foram modificados para a reação gremista

Por
Correio do Povo

Jean Pyerre teve boa atuação e participou do primeiro gol do Grêmio contra o Libertad

publicidade

Independência ou morte. Este era o dilema vivido pelo Grêmio até o jogo dessa terça-feira contra o Libertad, pela Libertadores. Agora, com a vitória maiúscula no Defensores Del Chaco, o Tricolor voltou a ser senhor do seu destino no torneio sul-americano. A tarefa gremista, no entanto, não terminou na partida de ontem. Hoje à noite, a Universidad Católica enfrentará o Rosário Central na Argentina e um tropeço dos chilenos será bem-vindo antes da decisão na Arena, marcada para quarta-feira, dia 8 de maio, às 19h15min. A reação gremista, que veio depois do título gaúcho, também passou por uma nova postura e por modificações pontuais efetuadas pelo técnico Renato Portaluppi. 

"Tem algum tempo que voltamos para o nosso alto nível. Tivemos alguns resultados negativos na Libertadores, mas mudamos a postura, mudamos os conceitos e conseguimos o título do Gauchão. Agora falta um jogo na Libertadores para classificar e isso nos dá tranquilidade para o restante do ano", afirmou Geromel após o triunfo no Paraguai. 

O vice-presidente do futebol Duda Kroeff ampliou o discurso de Geromel e confirmou o surgimento de um novo Grêmio. "A gente fez uma análise junto com o Renato do que estava acontecendo, mas não existia nada de mais grave. Foram modificações pontuais, que todo time vencedor precisa fazer. Um jogador sai e depois volta para ser importante em outro momento. O Renato fez isso e tudo voltou ao normal. O Grêmio voltou a vencer", resumiu o dirigente. 

A secação gremista começa hoje a partir das 19h15min, quando a Universidad Católica entra em campo contra o Rosario Central. Antes do fechamento da rodada, o Grêmio está na segunda colocação com sete pontos, duas vitórias somadas e saldo positivo de gols de 2. A Católica poderá retomar a vice-liderança se vencer os argentinos porque tem seis pontos. Se empatar, permanecerá com a terceira colocação até a última rodada do grupo H.