Novo técnico do Grêmio será brasileiro, adianta Romildo

Novo técnico do Grêmio será brasileiro, adianta Romildo

Presidente afirmou que novo treinador só será anunciado após reformulação do departamento de futebol

Correio do Povo

Romildo afirmou que novo técnico só será anunciado após formação do departamento de futebol

publicidade

Em entrevista coletiva após a vitória do Grêmio por 3 a 1 sobre o Novo Hamburgo pelo Gauchão, o treinador Romildo Bolzan Jr. trouxe novas informações sobre o futuro técnico do Grêmio. Não fez anúncio de nome, mas adiantou que o novo comandante será brasileiro. Isso afasta a especulação de nomes como Marcelo Gallardo, técnico do River Plate, especulado ao longo do fim de semana. 

O presidente do Grêmio também condicionou o anúncio do nome do novo técnico à reformulação do departamento de futebol. O anúncio e a definição do perfil só serão feitos a partir da nomeação do vice da pasta. "Primeiro vamos resguardar politicamente. A partir daí, vamos começar a trabalhar nos nomes", projetou.

Romildo também pediu paciência para a reformulação, em uma situação que será diferente na temporada, sem a disputa da Libertadores. Garantiu foco na Copa do Brasil e no Brasileiro, e adiantou que chegarão reforços. "Estamos em um período de transição, utilizando bastante garotos, em uma realidade diferente este ano. Vamos usar a base sólida que temos no clube e a partir disso vamos fazer contratações pontuais", assegurou.

O presidente também evitou falar em prazos. Disse que o trabalho será conduzido com paciência para a montagem correta do departamento de futebol dentro das diretrizes buscadas pela direção. Assim, conforme já adiantou em entrevista coletiva após o jogo, Thiago Gomes deve seguir no comando da equipe. "A direção não deu prazo para encerrar. Vou seguir trabalhando nos treinos normalmente", ressaltou o interino. 

 O Tricolor deve estrear na Sul-Americana nesta quinta-feira, contra o La Equidad. A realização do jogo, no entanto, está ameaçada, já que os colombianos comunicaram a impossibilidade de atuar no Brasil por conta da pandemia de Covid-19.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895