Preservando alguns jogadores, Grêmio enfrenta o Ceará visando manter boa sequência no Brasileirão

Preservando alguns jogadores, Grêmio enfrenta o Ceará visando manter boa sequência no Brasileirão

Tricolor busca quarta vitória seguida na competição neste sábado, às 19h, na Arena

Rafael Peruzzo

Diego Churín deve começar a partida neste sábado

publicidade

As dificuldades vividas desde a grave lesão muscular em setembro do ano passado, os obstáculos para voltar a jogar em alto nível nesta temporada e os problemas familiares ficaram para trás. Além de superá-los, Jean Pyerre também amadureceu com eles e ganhou a confiança do técnico Renato Portaluppi. Neste sábado, o Tricolor recebe o Ceará, às 19h, na Arena, pela 21ª rodada do Brasileirão.O treinador deve poupar alguns titulares, mas os gremistas esperam ver Jean Pyerre em campo, começando um jogo pela terceira vez consecutiva. 

- Grêmio x Ceará: Acompanhe minuto a minuto

"Acredito que seja uma retomada, que eu posso estar dando a volta por cima, me dedicando como tenho feito, ouvindo meus companheiros, a comissão técnica, ouvindo aqueles que realmente querem me ajudar”, disse Jean. O jogador teve uma conversa com Renato na qual o treinador mostrou ao meia o tamanho de sua importância através de uma atitude: a entrega da camisa 10. “Eu sempre sonhei em usar a 10 no profissional do clube. O Renato falou que queria me dar essa responsabilidade para mostrar o valor que eu tenho para o grupo. Talvez eu não enxergasse de alguma forma, mas o Renato encontrou um jeito”, contou Jean Pyerre.

Veja Também

A lesão muscular sofrida no ano passado foi um duro golpe no bom momento que Jean vivia. “Infelizmente, quando eu ia para o campo acabava sentindo. Por momentos, me perguntava se realmente conseguiria voltar a jogar. Muitas pessoas me tranquilizaram. Eu tinha que passar por aquilo para me fortalecer, mas teve um momento que fiquei sem esperanças, desacreditado. Por vezes ainda tenho receio, mas hoje estou muito bem”, garantiu o jogador.

O meia fez muita falta ao time enquanto esteve fora. Mais recentemente, precisou enfrentar um problema de saúde com o pai, Eduardo, que lutou contra e venceu a Covid-19. “Me sinto confiante, pronto para assumir a responsabilidade (de vestir a camisa 10). Sempre gostei disso, de ser um líder técnico. Joguei muito tempo de volante, mas me adaptei a essa função de jogar mais próximo do gol, é assim que o professor (Renato) prefere que eu jogue. Ele sempre me aconselha a estar dentro da área, os jogadores também conversam isso comigo”, finalizou.

Com tantos jogos em sequência, é bem provável que Renato preserve alguns titulares, entre eles o zagueiro Geromel e os atacantes Pepê e Diego Souza. O argentino Diego Churín deve iniciar sua segunda partida desde que foi contratado. A primeira foi contra o Fluminense, no Maracanã.

A lateral-esquerda terá o retorno de Diogo Barbosa no lugar de Cortez. Na direita, segue Victor Ferraz. Há uma dúvida no meio-campo. Lucas Silva, Darlan e Matheus Henrique são as opções para duas vagas.

Brasileirão - 21ª rodada

Grêmio

Paulo Vitor; Victor Ferraz, Rodrigues, David Braz e Diogo Barbosa; Darlan (Lucas Silva), Matheus Henrique, Ferreira, Jean Pyerre e Pepê (Luiz Fernando); Churín. Técnico: Renato Portaluppi.

Ceará

Fernando Prass; Samuel Xavier, Tiago, Luiz Otávio e Bruno Pacheco; Fabinho, Charles e Felipe Silva; Fernando Sobral, Leandro Carvalho e Cléber (Felipe Vizeu). Técnico: Guto Ferreira.

Árbitro: José Mendonça da Silva Júnior (PR)
Data: 14/11
Local: Arena do Grêmio, Porto Alegre (RS)
Horário: 19h

 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895