Realista, Felipão projeta que o Grêmio precisa conquistar mais 35 pontos no Brasileirão
patrocinado por

Realista, Felipão projeta que o Grêmio precisa conquistar mais 35 pontos no Brasileirão

Aproveitamento daqui para frente tem que bater nos 46%, mas, até agora, o aproveitamento é de 25,6%

Rafael Peruzzo

Felipão revelou que projetava 10 pontos em suas cinco primeiras partidas no comando técnico, mas equipe fez 8 pontos nos últimos 15 disputados

publicidade

A versão 2021 de Luiz Felipe Scolari é bastante direta e objetiva. O treinador tem sido realista ao externar a situação do Grêmio no Campeonato Brasileiro e admitir as dificuldades nos jogos. Felipão, inclusive, já avisou que “partidas vistosas” não fazem parte dos seus planos. O importante é somar pontos, independentemente da maneira que for, jogando bem ou mal. E nessa estratégia, analisando friamente os números, o treinador tem seguido à risca o planejamento da comissão técnica.

Scolari revelou que projetava 10 pontos em suas cinco primeiras partidas no comando técnico. A projeção não foi alcançada. O Grêmio tem 8 pontos nos últimos 15 disputados, o que corresponde a um aproveitamento de 53,3%. Porém, se continuar nesse desempenho a cada cinco rodadas, o clube fatalmente deixará a zona de rebaixamento no médio prazo. O problema é que as atuações em campo não trazem boas perspectivas. “É uma retomada e nós sabemos disso, ainda falta bastante coisa, temos que ter calma”, diz o treinador.

Restam 25 rodadas e o Grêmio precisa somar 35 pontos. O aproveitamento daqui para frente tem que bater nos 46%. Os dois próximos jogos são fundamentais e contra adversários diretos na parte de baixo da tabela. No sábado, o Grêmio encara o São Paulo, no Morumbi. E no dia 18 o confronto é contra o Cuiabá, também fora de casa. Depois, vêm dois jogos na Arena, diante de Bahia e Corinthians.  “A série de pontos conquistados ainda não é a desejada, poderíamos ter um ou dois pontos a mais”, destaca Felipão.

A esperança em dias melhores se apoia no retorno de jogadores lesionados, como Kannemann e Ferreira, e nos reforços. Além do volante Mathias Villasanti, que desembarcou ontem na Capital, o clube segue buscando um meia articulador. O Grêmio aguarda uma resposta do Tolima, da Colômbia, na negociação por Jaminton Campaz.

O clube colombiano, no entanto, tem dificultado as tratativas e não quer vender o atleta. O departamento de futebol gremista acredita que a vontade do jogador em vir atuar no Brasil será levada em consideração.

Após 13 jogos no Brasileirão, o Tricolor tem 25,6% de aproveitamento. Com isso, ocupa a 19ª colocação com 10 pontos, a cinco do São Paulo, primeiro clube fora da zona de rebaixamento.

Veja Também


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895