Renato enaltece vitória e retomada da confiança no Grêmio

Renato enaltece vitória e retomada da confiança no Grêmio

Treinador admitiu "altos e baixos" na partida contra o Coritiba, mas enfatizou: "Mais importante são os três pontos"

Correio do Povo

Treinador reconheceu recuo de sua equipe após a vantagem

publicidade

Depois de o Grêmio vencer o Coritiba por 2 a 1, na Arena, o técnico Renato Portaluppi salientou a importância dos "três pontos" conquistados e admitiu a queda de rendimento após os gols marcados logo no começo da partida. 

"O mais importante de tudo foi o resultado e os três pontos. A gente prendeu mais a bola no ataque do Coritiba por mais tempo e isso facilitou no final, mas eles nos sufocaram, sim", reconheceu. "Eles precisavam da vitória, era normal que viesse pra cima, por isso enalteço que meu grupo conseguiu a vitória", disse em entrevista coletiva.

Há quatro rodadas sem ganhar, Renato enfatizou o resultado positivo nesta noite e a volta da confiança na competição. "Muitas vezes se joga bem, e infelizmente não vencemos. Hoje, não fomos mal, tivemos altos e baixos. Não tem jogo fácil no Brasileiro. O mais importante hoje eram os três pontos. Damos uma subida na tabela. Vamos continuar trabalhando", reiterou. 

Nesta noite, Diogo Barbosa atuou no lugar de Bruno Cortez, suspenso, e deu assistência para o gol de Luiz Fernando. No entanto, o treinador não garantiu ele como titular da posição. "Eu estou rodando o grupo. Eu tenho jogadores de qualidade em todas as posições, a melhor coisa a se fazer é o rodízio. Como eu confio em todos os jogadores, de todas as posições, eu vou rodando os jogadores", apontou. 

Após afirmar que o Tricolor iria "decolar" no Brasileirão, depois de voltar a vencer na competição, o técnico reafirmou a declaração, mas disse que não vai mais falar sobre "decolagem" depois das partidas.

"Não vou tocar nesse assunto. Eu já falei que vai decolar e ponto. Lá no fim do turno a gente conversa de novo, não adianta ficar falando jogo a jogo. Busca o que aconteceu nos anos passados e vocês verão", ressaltou. "Quando digo decolar, é sair desta situação incômoda que estamos. O lugar do Grêmio é entre os primeiros colocados", explicou. 

Com a aposentadoria do lateral-esquerdo Marcelo Oliveira anunciada no final da partida, Renato revelou que o jogador já vinha se preparando para a função de coordenador técnico e lhe desejou sorte. "Todo mundo gosta do Marcelo. Eu desejo toda sorte do mundo para ele. Pela capacidade dele e pela pessoa que ele é, tenho certeza que vai se dar bem nesta nova função". 

Veja Também

 

 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895