Renato espera o departamento médico para escalar o Grêmio para a decisão com o Palmeiras

Renato espera o departamento médico para escalar o Grêmio para a decisão com o Palmeiras

Tricolor encerrou a preparação para o jogo no Allianz Parque no gramado da concentração em Atibaia

Correio do Povo e Rádio Guaíba

Jean Pyerre deve formar o meio de campo com Maicon e Matheus Henrique contra o Palmeiras

publicidade

O Grêmio encerrou na manhã deste sábado a preparação para a partida final da Copa do Brasil contra o Palmeiras. Em entrevista exclusiva ao repórter Rafael Pfeiffer, da Rádio Guaíba, o técnico Renato Portaluppi afirmou que não tem dúvidas do time que entrará em campo no domingo, mas só irá revelar a escalação uma hora antes da bola rolar no Allianz Parque.

“Não tenho dúvida na minha cabeça, mas ainda dependemos do departamento médico. Vamos esperar 24h e acredito que todos terão condições de jogo. Independente de quem jogar, todos estão querendo e sabem que esse é um título importante para o clube e para eles. Temos mais 90 minutos para reverter o placar de Porto Alegre”, afirmou Portaluppi à Rádio Guaíba, a entrevista completa irá ao ar no domingo, a partir das 9h30min, no programa Concentração.

A tendência é que o lateral Vanderson e o atacante Ferreira substituam Victor Ferraz e Alisson, respectivamente. A dúvida de Renato Portaluppi pode ser motivado pelas dificuldades físicas que o jovem lateral enfrenta quando inicia uma partida. Como iniciou contra o Brasil de Pelotas, na quarta-feira, pode ter sentido algum problema.

Existe ainda uma possibilidade mais remota de Lucas Silva entrar no meio de campo e Jean Pyerre inicie no banco. A tendência é que o Grêmio atue com: Paulo Victor; Vanderson (Victor Ferraz), Paulo Miranda, Kannemann e Diogo Barbosa; Matheus Henrique, Maicon e Jean Pyerre (Lucas Silva); Ferreira (Alisson), Diego Souza e Pepê.

Na manhã de sábado, Renato Portaluppi aproveitou o trabalho para conversar sobre a decisão e passar os últimos detalhes de como quer a equipe contra o Palmeiras. Na sequência, ele chamou os onze escolhidos para iniciar o jogo e fez um trabalho de posicionamento e transições, orientando os atletas nos movimentos que devem executar em campo.

Acompanhe Palmeiras e Grêmio na final da Copa do Brasil no Correio do Povo

Renato cobrou bastante dos jogadores e repetiu jogadas específicas. Posteriormente, todo o grupo se juntou para os dois trabalhos finais, exercitar as bolas paradas, ofensiva e defensiva e, por fim, cobranças de pênalti.

Após o almoço, a delegação viaja para São Paulo para esperar pelo jogo de domingo, às 18h, no Allianz Parque. Como perdeu o primeiro jogo por 1 a 0, se vencer pelo mesmo placar, terá que superar o adversário nas penalidades máximas para levantar a taça. Se vencer com uma diferença de dois gols, fica com o hexacampeonato da Copa do Brasil.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895