Renato exalta capacidade do Grêmio e reafirma confiança em vaga na Libertadores
capa

Renato exalta capacidade do Grêmio e reafirma confiança em vaga na Libertadores

Técnico explicou trocas no primeiro tempo e afirmou não querer "pagar para ver" sobre possível expulsão de Michel

Por
Correio do Povo

Técnico Renato Portaluppi explicou alterações e destacou boa atuação na vitória por 3 a 1 sobre o Vasco, no Rio

publicidade

Após a vitória do Grêmio sobre o Vasco em São Januário por 3 a 1, o técnico Renato Portaluppi elogiou a apresentação do Tricolor no Rio de Janeiro. Mais do que isso, reiterou a confiança no grupo para obter a classificação para a Copa Libertadores da América do ano que vem. Renato disse que a equipe precisava dos três pontos para encostar no G4, e destacou a boa atuação, com exceção dos "primeiros 10 ou 15 minutos", quando sofreu o gol. "Quando eu prometo as coisas, é porque tenho confiança muito grande no meu grupo. Sei que eles são capazes", destacou.

O treinador também explicou as trocas, especialmente a saída de Michel, logo aos 31 minutos do primeiro tempo, logo após receber cartão amarelo por falta dura. "Não sei até que ponto o juiz poderia expulsá-lo no próximo lance, então reagi rápido para tirá-lo. Achei que ele poderia ser expulso, e não poderia pagar para ver", frisou.

Mais uma vez, o Grêmio sofreu com lesões. Também no primeiro tempo, Thaciano deixou o campo sentindo dores. Em Porto Alegre, outros atletas sequer viajaram ao Rio de Janeiro, e ainda não é possível saber quem estará à disposição para o clássico Gre-Nal, marcado para o domingo. "Vamos ver com o Departamento Médico a partir de amanhã, quando voltarmos a Porto Alegre". O treinador citou a necessidade de esperar 24 horas para os exames, mas admitiu que o meia deve ficar fora por duas a três semanas.

A eliminação contra o Flamengo, há exatamente uma semana, no Rio de Janeiro, ainda repercutiu. O treinador voltou a citar que os jogadores e a comissão técnica seguem "envergonhados", mas que a equipe está se recuperando. "Somente os covardes caem e não se levantam. O Flamengo jogou melhor que a gente. Fomos nocauteados, mas reagimos rápido", destacou. "É que o Grêmio sempre esteve a acostumado a bater, mas nesta vez foi para as cordas", completou. 

Agora, o Grêmio se prepara para o clássico Gre-Nal. A partida diante do Inter, válida pela 30ª rodada, acontece na Arena, a partir das 18h. O Tricolor é o 5º colocado do Brasileirão, com 47 pontos, 2 a menos que o São Paulo, primeira equipe no G4 da competição.