Renato queria adiamento maior, mas comemora jogo contra Del Valle na sexta

Renato queria adiamento maior, mas comemora jogo contra Del Valle na sexta

Grêmio teve confirmado três casos positivos para a Covid-19 e as proibições no Equador atrapalharam programação do clube

Correio do Povo e Rádio Guaíba

Renato tentou adiar o jogo contra o Independiente por um período maior, mas não conseguiu

publicidade

Mesmo em isolamento em Porto Alegre devido a Covid-19, o técnico Renato Portaluppi participou das negociações para que o jogo do Grêmio contra o Independiente del Valle fosse adiado. Segundo declaração obtida pelo repórter Rafael Pfeiffer, da Rádio Guaíba, junto a assessoria de imprensa do treinador, ele gostaria que o confronto fosse remarcado para outro momento, mas considerou positivo a mudança para sexta-feira.

"Para o Grêmio, foi bom o adiamento do jogo. Trabalhei nisso junto com o (Carlos) Amodeo. O melhor seria não ter nem o jogo na sexta-feira. Mas isso não conseguimos", declarou Renato Portaluppi.

Com os três casos de jogadores positivados para a Covid-19 no Equador, o Grêmio não conseguiu treinar na terça-feira e nem nesta quarta-feira. O elenco se limitou a um trabalho interno no hotel que serve de concentração e no qual a delegação ficou confinada.

Como alegou o presidente Romildo Bolzan, os dois dias sem atividades regulares irão prejudicar a preparação do Grêmio para o importante jogo da terceira fase da Libertadores. Talvez, por isso, o técnico tenha ressaltado que preferia que o compromisso fosse adiado para outra data.

A impossibilidade de adiar para outro dia se dá pela necessidade do início da fase de grupos da principal competição continental, marcado para o próximo dia 20. O sorteio das chaves está marcado para sexta-feira, às 13h, na sede da Conmebol, em Luque, no Paraguai.

No mesmo dia, às 19h15min, o Grêmio enfrenta o Independiente del Valle, em Assunção. Na quarta-feira, dia 10, os dois clubes se enfrentam no mesmo horário, na Arena, para definir quem avança para a fase de grupos.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895