Reservas do Grêmio perdem para o Fluminense no Rio
capa

Reservas do Grêmio perdem para o Fluminense no Rio

Tricolor carioca fez 2 a 1 em jogo que gremistas reclamaram de dois pênaltis não marcados

Por
Chico Izidro

Nenê marcou o primeiro gol do Fluminense

publicidade

Com um time todo reserva - os titulares foram preservados para o confronto de quarta-feira diante do Flamengo pelo primeiro jogo da semifinal da Libertadores, na Arena -, o Grêmio perdeu para o Fluminense por 2 a 1, ontem, no Maracanã, pela 22ª rodada do Brasileirão. Foi a primeira derrota gremista depois de quatro vitórias seguidas na competição. O resultado manteve o Tricolor com 34 pontos, na sétima colocação, pelo menos até amanhã, quando o Bahia visita o Avaí, às 20h.  

Mal o jogo começou e o zagueiro gremista Paulo Miranda foi amarelado, depois de cometer falta em Caio Henrique, E não demorou para o Fluminense abrir o placar, aos seis minutos. Yony González cruzou para o meio da área, onde Nenê chutou de primeira, acertando o canto do gol de Julio César. Atrás no marcador, pouco a pouco, o Grêmio foi tomando conta das ações, mas sem muita efetividade no ataque.

Até que aos 20 minutos, teve a primeira boa chance de empatar. Pepê escapou pela esquerda e cruzou para o meio da área, onde estava André, que chutou de primeira, mas mandou a bola por cima do gol de Muriel. Mais uma oportunidade desperdiçada pelo Tricolor gaúcho, aos 24 minutos.

Em jogada armada por Darlan, André recebe na área e chuta mal, mas a bola vai em Thaciano, que bate sobre o gol. No restante do primeiro tempo, parecia que era o Grêmio jogando em casa, com o Fluminense recuado, só saindo em contra-ataques improdutivos. No final do primeiro tempo, André teve nova chance de igualar, mas chutou sobre a defesa.

A derrota foi completada no início do segundo tempo. Aos 2 minutos, Caio Henrique recebeu de Yony González, invadiu a área e chutou forte, e a passou por baixo de Julio César: 2 a 0. Minutos depois, Thaciano chutou e Muriel salvou. E em dois minutos, os zagueiros do Fluminense interceptaram a bola com a mão. No primeiro, a bola bate no pé e depois na mão de Gilberto. No segundo, Yuri caiu e encosta com a mão na bola dentro da área. Chamado pelo VAR, o árbitro Caio Max Vieira conferiu o lance no vídeo, mas mandou seguir. 

Aos 30 minutos, o Grêmio conseguiu descontar através de Patrick, acertando chute forte no canto esquerdo de Muriel. Aos 38 minutos, o árbitro consultou o VAR para ver possível pênalti de Juninho Capixaba em João Pedro e não constatou nada.

A equipe gaúcha perdeu os dois confrontos com o Fluminense no Brasileirão - no primeiro turno levou 5 a 4 na Arena, depois de estar vencendo por 3 a 0. O próximo compromisso do Grêmio no Brasileirão será no próximo sábado, às 19h, contra o Corinthians, na Arena. 

Brasileirão 2019 - 22ª rodada

Fluminense (2)

Muriel; Gilberto, Nino, Yuri Lima e Caio Henrique; Allan, Daniel (Orinho), PH Ganso e Nenê (Wellington Nem); João Pedro e Yony González (Marcos Paulo). Técnico: Marcão

Grêmio (1)

Julio César; Léo Moura (Guilherme Azevedo), Paulo Miranda, Rodriguez e Juninho Capixaba; Romulo, Darlan (Patrick), Thaciano e Luciano (Ferreira); André e Pepê. Técnico: Renato Portaluppi.

Gols: Nenê, aos 6, 1T; Caio Henrique, aos 4, 2T; Patrick, aos 30, 2T. 

Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN).

Local: Maracanã