Venda de Arthur e linha de crédito da CBF devem dar novo fôlego ao Grêmio
capa

Venda de Arthur e linha de crédito da CBF devem dar novo fôlego ao Grêmio

Clube poderá arrecadar cerca de R$ 14,7 milhões com transferência de volante para a Juventus

Por
Correio do Povo

Venda de Arthur e linha de crédito da CBF devem dar novo fôlego ao Grêmio


publicidade

Os próximos dias podem definir negócios importantes para o Grêmio. Nesta segunda-feira, Barcelona e Juventus devem confirmar a ida do volante Arthur para a equipe italiana. O negócio deverá render ao Tricolor cerca de R$ 14,7 milhões. Além disso, o Tricolor irá receber mais R$ 10 milhões da linha de crédito da CBF. Com a entrada desses valores, o clube gaúcho conseguirá atravessar os próximos três meses com um pouco mais de fôlego depois que a pandemia do novo coronavírus paralisou a temporada. 

Ainda no campo dos negócios, o nome de Everton voltou a ser notícia na Itália depois que o técnico Luiz Felipe Scolari sugeriu a contratação do atacante para o Napoli. Os italianos ainda não fizeram uma proposta oficial por Everton, mas o Grêmio conta com uma ajuda do técnico para atrair o clube da Itália.


“É um garoto com qualidade e velocidade extraordinárias, um mestre em entrar na diagonal e concluir. Ele é um dos maiores talentos do futebol brasileiro”, disse o treinador em uma entrevista à Rádio Marte, da cidade de Nápoles. “O Everton é um jogador que dribla muito, é muito direto. Sempre dribla com o objetivo de marcar gols, não apenas por driblar. Nisso, lembra o Cristiano Ronaldo. O pensamento é driblar para poder marcar”, finalizou Felipão, rasgando elogios.