Vitória na estreia na Colômbia motiva Grêmio para o primeiro Gre-Nal da Libertadores
capa

Vitória na estreia na Colômbia motiva Grêmio para o primeiro Gre-Nal da Libertadores

Renato Portaluppi elogiou a estreia do rival, mas destacou que resultado de Cáli é “mais difícil” de se obter

Por
Correio do Povo e Rádio Guaíba

Vitória por 2 a 0 sobre o América, em Cáli, motiva o Grêmio para a disputa do segundo Gre-Nal do ano

publicidade

Antes do primeiro Gre-Nal da história da Libertadores, o Grêmio precisará se concentrar na partida contra o Pelotas, no estádio Boca do Lobo, no domingo. Mesmo assim, após a vitória sobre o América de Cáli, por 2 a 0, na terça-feira, motiva o Tricolor para o jogo histórico no dia 12 na Arena.

“A vitória nos dá confiança, pois, o professor tinha nos alertado na preleção de que era preciso pontuar fora de casa. Fomos felizes e conquistamos os três pontos em uma estreia fora de casa. Agora, teremos o estadual, mas na próxima partida da Libertadores será dentro de casa, com a força do nosso torcedor e no campo que estamos acostumado a jogar. É um dos maiores clássicos do futebol mundial e estaremos preparados para jogar contra o nosso principal rival”, declarou Matheus Henrique.

Renato Portaluppi também exaltou a vitória fora dos domínios na estreia, que é considerado por todos muito mais complicada, já que o elenco enfrenta o primeiro jogo com as características marcantes do futebol sul-americano. “Libertadores é muito difícil e levar os três pontos na Libertadores, fora de casa, é fundamental”, ressaltou.

Ao contrário do treinador do Inter, Eduardo Coudet, que evitou falar do Gre-Nal, Renato destacou a boa estreia do arquirrival, mas fez questão de mencionar que o Grêmio iniciou melhor, pois venceu na Colômbia. Entretanto, não falou sobre como pretende enfrentar o Colorado, na Arena, no próximo dia 12.

“Gre-Nal sempre é Gre-Nal. Tem a rivalidade. O mais importante de tudo é que o Inter conseguiu a classificação e estreou bem, da mesma forma do Grêmio. Isso é bom para o futebol gaúcho e brasileiro. O mais importante de tudo é que os dois começaram muito bem, principalmente, o Grêmio, pois uma vitória fora de casa sempre é mais difícil. Será um Gre-Nal inédito, por isso, os dois clubes estão de parabéns”, revelou o técnico.

O grupo do Grêmio retorna a Porto Alegre nesta quarta e ganhará folga até a quinta-feira às 15h30min. Na sexta, a atividade será no mesmo horário e, no sábado, às 9h. A partir das 13h inicia o deslocamento para Pelotas. A tendência é um time misto ou reserva, graças ao forte desgaste físico que o grupo foi submetido na semana. O jogo na Boca do Lobo está marcado para as 16h, no domingo.