Guardiola desmente chance de treinar o Brasil: "Hoje não"

Guardiola desmente chance de treinar o Brasil: "Hoje não"

Treinador teria recebido uma proposta da CBF para assumir a seleção após a Copa do Mundo

Correio do Povo

Treinador tem contrato com o Manchester City até 2023

publicidade

Sucinto, rápido e direto. “Hoje não” foi a expressão utilizada por Pep Guardiola para negar a intenção em assumir a Seleção Brasileira, em coletiva realizada na manhã desta sexta-feira. A informação de que a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) teria procurado o treinador do Manchester City foi trazida pelo jornal Marca, da Espanha. Treinador tem contrato com o clube inglês até 2023.

“Hoje não. Tenho contrato aqui, estou muito feliz aqui, eu ficaria para sempre aqui”, disse Guardiola. “Não há lugar melhor para estar. Se pudesse, eu renovaria por mais 10 anos. E agora não é o momento. Eu não sei de onde veio isso”, completou.

Conforme a publicação, a CBF já teria entrado em contato com o irmão e representante do treinador, Pere Guardiola. O contrato seria de quatro anos até a Copa do Mundo de 2026 (a primeira com 48 seleções, disputada nos Estados Unidos, México e Canadá). O salário de Pep giraria em torno de 12 milhões de euros líquidos.

Ednaldo Rodrigues, presidente da entidade máxima do futebol brasileiro, teria decretado que o próximo comandante da amarelinha será um estrangeiro. Pep é o preferido e a estratégia está montada. Pela Premier Legue, o City encara o Liverpool, no domingo, às 12h30min, em casa.  

Veja Também

 

 


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895