Impasse sobre fim do Gauchão deixa clubes preocupados
capa

Impasse sobre fim do Gauchão deixa clubes preocupados

Clubes receberam três das quatro parcelas dos valores de transmissão

Por
Correio do Povo e Rádio Guaíba

Disputa do segundo turno do Campeonato Gaúcho não tem data para voltar


publicidade

Uma das possibilidades da reunião de quinta-feira na Federação Gaúcha de Futebol, que definiu a suspensão por tempo indeterminado do Gauchão, era encerrar a edição de 2020 com o Caxias campeão, mas a maioria dos clubes foi contrária. A emissora que transmite a competição exigiu a realização do restante do certame para pagar a última parcela dos direitos dos clubes, o que preocupou os dirigentes.

Até agora, os donos dos direitos de transmissão pagaram três das quatro parcelas e só irão fazer o depósito da última se a competição for finalizada. Segundo o repórter Rafael Pfeiffer, que conversou com dirigentes do futebol gaúcho, a intenção é fazer que os jogos restantes sejam disputados nas quartas-feiras.

Ao questionar um representante de clube que não é da dupla Gre-Nal sobre como fica a sobreposição de jogos, já que os dias do meio da semana são reservadas para a Libertadores e Copa do Brasil, o jornalista escutou: “Eles que resolvam”. Um dirigente do Grêmio ouvido pelo repórter confirmou que a competição precisa terminar, sem revelar como será o planejamento para quando o futebol retornar.

Após a liberação dos jogos de futebol pelos órgãos de saúde, os clubes terão que realizar uma intertemporada, já que todos os atletas ficarão afastado dos gramados por mais de duas semanas. Ainda não há prazo para o retorno.


O Gauchão foi interrompido na terceira rodada do returno. Para ser concluído, ainda faltam disputar mais três partidas da fase de grupos, uma da semifinal e uma da final do returno. O vencedor enfrenta o Caxias, campeão do primeiro turno, em duas finais. Caso o time da Serra ganhe também o returno, conquista o título do Estadual de forma antecipada.